Agentes da fiscalização percorrem bairros da cidade para verificar cumprimento de decreto municipal
Agentes da fiscalização percorrem bairros da cidade para verificar cumprimento de decreto municipalDivulgação/ Ascom/ Arquivo
Por O Dia
Petrópolis - As forças de segurança e equipes de fiscalização da Prefeitura realizaram entre a noite de sábado (6) e madrugada de domingo (7) mais uma operação Choque de Ordem, para garantir o cumprimento das novas medidas restritivas estabelecidas pela Prefeitura para combate à COVID-19.
Apesar da chuva, que reduziu o público nas ruas, oito estabelecimentos foram encontrados ainda abertos no Quitandinha, Mosela e Bingen após as 22h. Todos foram orientados e encerraram imediatamente as atividades. Em caso de reincidência, serão multados e podem até mesmo ser interditados.
Publicidade
Pelo decreto, comércios, bares, lanchonetes e restaurantes, mesmo os que funcionam em shoppings e centros comerciais, devem fechar às 22h (sem clientes a partir deste horário). Durante o horário de funcionamento (autorizado das 5h às 22h), os mesmos devem respeitar o limite de 50% da capacidade de ocupação. Pistas de dança seguem proibidas.
Também é proibida a permanência de pessoas em vias, áreas e praças públicas das 22h às 5h. Apenas a circulação é permitida. As medidas serão mantidas até 15 de março.
Publicidade
As equipes de Fiscalização de Posturas, Fiscalização Sanitária , Guarda Municipal e Polícia Militar percorreram tanto áreas do Centro quanto dos distritos. A Prefeitura segue pedindo a colaboração da população para conter a pandemia, mantendo as medidas de prevenção, sobretudo o uso de máscara e o distanciamento social, evitando as aglomerações.
Denúncias sobre descumprimento de decretos municipais e aglomerações podem ser feitas à Guarda Municipal, pelos telefones 153 ou 2246-9257 (funciona 24h); Fiscalização, pelos telefones 2246-9042 ou 2246-9043 (funciona de segunda a sexta-feira das 9h às 18h); e Vigilância Sanitária, pelos telefones 2246-9041 (funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 17h). Denúncias de aglomerações também podem ser feitas à Polícia Militar, pelos telefones 190 ou 2291-4020.