Polícia prende suspeito de matar PM na saída de evento de pagode em Bangu

Delegacia de Homicídios ainda procura comparsa que participou do crime, em setembro do ano passado

Por gabriela.mattos

Rio - A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) prendeu, nesta terça-feira, Douglas Pires, de 27 anos, suspeito de envolvimento na morte do policial militar Thiago Sarmento dos Santos, em setembro do ano passado, quando saía de um evento de pagode, na Capadócia Show, em Bangu, na Zona Oeste. Segundo o delegado titular da especializada, Fabio Cardoso, as investigações ainda estão em andamento para identificar e prender o comparsa de Douglas no crime.

Thiago Sarmento dos Santos%2C 32 anos%2C foi morto na frente da esposa. Ele comemorava seu aniversário em um clube de pagode em Bangu e teria sido assassinado por um policialWhatsApp O DIA (98762-8248)

LEIA MAIS: Policial é morto a tiros após sair de pagode em Bangu, na Zona Oeste

?LEIA MAIS: 'Já não moro mais em mim', diz mulher de PM assassinado em Bangu

Nesta terça-feira, a Polícia Civil divulgou novas imagens que mostram Douglas e o outro suspeito dentro do clube de pagode. Na ocasião, o PM estava na casa noturna para comemorar o aniversário de 32 anos com a sua mulher. Em outras imagens de segurança do local, divulgadas no ano passado, mostram eles saindo do estabelecimento. Logo em seguida, dois homens saem da casa de shows, vão em direção ao carro do casal e atiram pelo menos 14 vezes contra o policial.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia