Mais Lidas

Suspeito de participar de morte de turista argentino se entrega à polícia

De acordo com a Polícia Civil, Júlio César Oliveira, o Godinho, se entregou no último dia 24 na Polinter. Outros dois ainda estão foragidos

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Júlio César se entrou à políciaDivulgação

Rio - Júlio César Oliveira, o Godinho, um dos suspeitos de matar o turista argentino Matias Sebastian Carena, 28 anos, após a saída de um bar na rua Vinícius de Moraes, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, em março deste ano, se entregou à polícia.

De acordo com a Polícia Civil, Júlio César se entregou na Polinter no último dia 24 de abril. Thiago de Noros Lessa Filho, o Kadu, 39 anos; e Valterson Ferreira Cantuaria, o Toddy Cantuaria, de 28 anos, ainda estão foragidos.

Em 1º de abril, policiais do 14º BPM (Bangu) prenderam Pedro Henrique Marciano, o "PH", de 25 anos. Ele é outro suspeito de ter participado do assassinato do argentino.

Kadu e Tony Cantuária ainda estão foragidosDivulgação

Os quatro acusados do crime eram moradores da Zona Sul e atuavam no ramo de turismo e entretenimento. Pelo que foi apurado, o grupo que Matias estava teria discordado do valor da conta no bar e, por isso, começou a ser alvo de implicância dos brasileiros, que culminou em xingamentos e na agressão sofrida por Matias.

Socorrido pelos amigos, ele morreu no Hospital Miguel Couto vítima de traumatismo craniano.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia