Mais Lidas

Miliciano é preso em operação em Sepetiba

Na ação, também foram apreendidas armas, entre elas dois fuzis, munições, granada, fardas da Polícia Militar e Civil, além de adesivos falsos para viaturas

Por O Dia

Miliciano é preso em operação em Sepetiba
Miliciano é preso em operação em Sepetiba -

Rio - Um homem identificado como Leandro de Oliveira Silva, o Teco, foi preso nesta segunda-feira em Sepetiba, na Zona Oeste, durante uma operação da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). Segundo a polícia, o suspeito atuaria na milícia dos bairros de Santa Cruz e Paciência. 

Ainda de acordo com a polícia, Leandro é um dos responsáveis pela tentativa de homicídio contra policiais civis da Delegacia de Homicídios da Capital que faziam diligências em Santa Cruz, em novembro do ano passado. Na ocasião, dois inspetores foram feridos por tiros disparados por milicianos da região. Contra ele havia três mandados de prisão em aberto, sendo um por tráfico de drogas. 

Também foram apreendidos dois fuzis, farta quantidade de munições, uma granada defensiva, dois veículos, fardas da Polícia Militar, camisas da Polícia Civil, réplicas do fardamento camuflado utilizado pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e até adesivos falsos para viaturas da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core).

“Trata-se de um dos grupos de milicianos mais estruturados do estado. Podemos ver isso pelo armamento apreendido e também por este material usado para simular operações policiais”, afirmou delegado-titular da Draco, Alexandre Herdy.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Miliciano é preso em operação em Sepetiba Divulgação
Armas e fardas foram apreendidas pela Draco em Sepetiba, ontem PHILIPPE LIMA / DIVULGAÇÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA

Comentários