Bandidos que mataram pai na frente do filho no Cachambi têm prisão preventiva decretada

Victor Diniz de Oliveira e Francisco Evaldo Dantas foram presos alguns dias depois do crime

Por O Dia

Imagens de segurança das redondezas registraram a tragédia
Imagens de segurança das redondezas registraram a tragédia -

Rio - A juíza Alessandra Bilac, da 42ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, decretou a prisão preventiva dos dois acusados de matar o empresário Claudio Henrique Pinto, de 43 anos, na frente de seu filho de cinco anos, em um assalto no Cachambi, na Zona Norte do Rio, na noite de 14 de março deste ano. Victor Diniz de Oliveira, 21 anos, e Francisco Evaldo Dantas, 27, foram presos alguns dias após o crime.

Claudio foi morto quando os assaltantes o fizeram sair do seu carro com o filho (relembre no vídeo mais abaixo). Ao iniciarem a fuga, os bandidos foram surpreendidos por policiais do batalhão do Meier (3º BPM), que chegaram atirando. Sem entender de onde vinham os disparos, Victor atirou seis vezes na direção do empresário, que morreu no local.

Na mesma decisão de decretar a prisão preventiva dos criminosos, a juíza também recebeu a denúncia contra Victor e Francisco, dando início à ação penal contra eles.

 

Victor Diniz de Oliveira (à esquerda) e Francisco Evaldo Dantas (à direita) - Divulgação / Polícia Civil e Reprodução / TV Globo
Claudio Henrique Pinto - Arquivo Pessoal

Galeria de Fotos

Imagens de segurança das redondezas registraram a tragédia Reprodução / Internet
Claudio Henrique Pinto Arquivo Pessoal
Victor Diniz de Oliveira (à esquerda) e Francisco Evaldo Dantas (à direita) Divulgação / Polícia Civil e Reprodução / TV Globo

Últimas de Rio de Janeiro