Porteiro que teve o corpo incendiado continua em estado grave

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento que, em chamas, o rapaz deixa correndo da cabine, enquanto o criminoso sai tranquilamente do local.

Por O Dia

Homem joga gasolina, acende isqueiro e coloca fogo em porteiro
Homem joga gasolina, acende isqueiro e coloca fogo em porteiro -

Rio - O porteiro, de 23 anos, que teve o corpo incendiado na tarde desta terça-feira, em Teresópolis, na Região Serrana do estado, continua em estado grave, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde. Ele que foi levado para o Hospital das Clínicas daquele município foi transferido para o Hospital Estadual de Traumatologia e Ortopedia Vereador Melchiades Calazans, em Nilópolis, na Baixada Fluminense. 

Imagens das câmeras de segurança do condomínio em que o jovem trabalha, no bairro Fazenda Ermitage, mostram o momento em que o agressor joga gasolina na vítima e acende um isqueiro. Em chamas, o rapaz deixa correndo da cabine, enquanto o criminoso sai tranquilamente do local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as equipes foram acionadas por volta das 16h25 e o porteiro foi levado para o Hospital das Clínicas de Teresópolis. Na manhã desta quarta-feira, a unidade hospitalar informou que a vítima estava em estado grave e teve cerca de 60% da superfície corporal queimada. No entanto, ele foi transferido, na tarde ontem, de helicóptero para o hospital especializado da Baixada. 

A Polícia Civil investiga o caso. Agentes analisaram as imagens e o autor já foi identificado. A autoridade policial pediu a prisão temporária do homem à Justiça do município. 

 

Últimas de Rio de Janeiro