Falsa médica conhecida como Paty Bumbum é localizada pela polícia após denúncia

Segundo a delegada Daniela Terra, titular da Delegacia do Consumidor (Decon), Patrícia Silva dos Santos, 47 anos, aplicava silicone industrial em mulheres. Em áudio em grupo com clientes, ela ironiza mortes recentes: "Pelo menos a gente não morre feia"

Por ADRIANO ARAÚJO

Patrícia se apresentava como
Patrícia se apresentava como "Paty Bumbum" -

Rio - Agentes da Delegacia do Consumidor (Decon) localizaram, na manhã desta quarta-feira, uma falsa médica que aplicava silicone industrial nas nádegas de mulheres dentro de sua própria residência em Curicica, na região de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Ela foi descoberta através de informações passadas ao Disque-Denúncia (2253-1177). Patrícia Silva dos Santos, de 47 anos, se apresentava a interessadas em um grupo de WhatsApp com "Paty Bumbum". A ação teve o apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

Ela será indiciada por exercício ilegal da medicina, mas, por ser considerado um crime de menor potencial ofensivo, com pena de seis meses a dois anos de prisão, responderá em liberdade. Em uma sua casa, na Rua Abadiana, no número 77, foram encontrados agulhas, seringas, medicamentos e silicone industrial, material que era aplicado em mulheres. Nenhum material encontrado no local é proibido.

De acordo como a delegada Daniela Terra, titular da Decon, as mulheres interessadas em realizar o procedimento com a falsa profissional eram indicadas e inseridas no grupo de WhatApp mantido por "Paty Bumbum", onde ela inclusive compartilhava imagens de mulheres que tinham supostamente feito o procedimento ilegal com ela.

"Acreditamos que com a repercussão dos casos recentes, ela foi reduzindo o atendimento e passou a trabalhar somente com indicação. Estas pessoas eram adicionadas a esse grupo". 

'Pelo menos a gente não morre feia', ironiza em áudio

Em um áudio atribuído a ela, a falsa médica ironiza os casos recentes com mortes, como de Lilian Calixto, que morreu após realizar um procedimento estético com o médico Denis Furtado. "Amigas, vamos falar sério? Todo ano morre alguém fazendo alguma p... de estética, mas pelo menos a gente morre fazendo aquilo que a gente quer e não morre feia", dispara. Em seguia, ela parece se referir ao Doutor Bumbum e a morte da bancária de Cuiabá.

"Vamos parar com essa palhaçada, deixa o cara. A mulher já morreu. Ela que procurou ele", diz. Em outra mensagem no grupo fechado ela reconhece que o que faz é ilegal. "É igual quando vocês me procuram. Eu não falo para ninguém no grupo que sou médica, não engano ninguém. Quando me procura sabe do risco."

Material encontrado na casa de Paty Bumbum, entre eles silicone industrial - Divulgação

A delegada Daniela Terra ressaltou a importância das informações passadas para o Disque-Denúncia. "As pessoas têm que denunciar. Ninguém vai na delegacia quando faz o procedimento e dá tudo certo, somente quando já aconteceu o pior. Com as denúncias conseguimos prevenir. Essa não vai fazer mais", falou.

Galeria de Fotos

Patrícia se apresentava como "Paty Bumbum" Divulgação
Material recolhido em casa Divulgação

Últimas de Rio de Janeiro