Tubulação da Cedae rompe em Campo Grande

Segundo a Cedae, o rompimento aconteceu após "falta de energia repentina por parte da concessionária de energia elétrica"

Por KARILAYN AREIAS

Tubulação da Cedae rompe em Campo Grande
Tubulação da Cedae rompe em Campo Grande -

Rio - Uma tubulação da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) rompeu e causou um grande alagamento, nesta quarta-feira, na Rua Guandú Mirim, altura da Estrada do Mendanha, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. Carros ficaram destruídos e vias no entorno foram tomadas pela água, que formou um grande 'chafariz' no local do incidente.

Por conta do incidente, a Rua Guandú Mirim e a Estrada do Mendanha, na altura da Avenida Brasil, estão interditadas. De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura, há retenções no sentido Estrada da Posse, do Detran até a Avenida Paulo Afonso.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para a ocorrência. Segundo a corporação, até o momento, ninguém se feriu por conta do incidente. Posteriormente, uma mulher passou mal e foi socorrida para o Hospital Rocha Faria. Ainda não há identificação e o estado de saúde da vítima. Equipes da Cedae, Ceg, Light e Comlurb também atuam no local.

Segundo a Cedae, o rompimento aconteceu após "falta de energia repentina por parte da concessionária de energia elétrica", o que teria ocasionado a "parada brusca de duas elevatórias de grande porte, provocando a oscilação de pressão na adutora de água e causando vazamento na tubulação." 

Ainda de acordo com a companhia, "técnicos estão no local para realizar o reparo na tubulação e fazer o levantamento de eventuais danos a serem ressarcidos."

Adutora da Cedae rompe em Campo Grande e alaga ruas - Divulgação/Centro de Operações da Prefeitura

A Light informou que "não houve interrupção de energia". "Foi registrada, no Centro de Operações da Light, uma oscilação, porém a unidade continuou sendo suprida por linha reserva, uma vez que a elevatória possui dupla alimentação de energia. A oscilação teve origem na linha de interligação Jacarepaguá / Zona Oeste 2, de propriedade compartilhada entre Furnas e Light e operada pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). As causas desta oscilação estão sendo apuradas", informou a concessionária em nota.  

Adutora da Cedae rompe e causa transtorno em Campo Grande. Confira o vídeo:

 

Rompimento de adutora da Cedae alaga ruas e destrói veículos:

Dois rompimentos em menos de um mês

Em 13 de outubro, os fluminenses sofreram com mais um rompimento de adutora. Na ocasião, o incidente aconteceu no bairro do Prado Verde, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Pelo menos 200 famílias, o que contabiliza mais de mil pessoas, do entorno foram afetadas pela correnteza da água, que não poupou carros, casas e até animais. 

Após o episódio, a Defensoria Pública do Rio e a Cedae assinaram um termo de compromisso para compensação imediata às centenas de vítimas. Segundo o documento, todas as famílias irão receber ajuda de custo emergencial de R$ 2 mil reais para compra de roupas e artigos de primeira necessidade. Cada uma delas receberá móveis, eletrodomésticos e utensílios novos tão logo possam voltar para casa. A Cedae está obrigada ainda a arcar com os custos de hospedagem de todos os atingidos pelo acidente. 

Galeria de Fotos

Tubulação da Cedae rompe em Campo Grande Reprodução Redes Sociais
Tubulação da Cedae rompe em Campo Grande WhatsApp O Dia (21) 98762-8248
Tubulação da Cedae rompe em Campo Grande Reprodução Redes Sociais
Carros ficam destruídos após rompimento de adutora da Cedae Reprodução
Adutora da Cedae rompe em Campo Grande, alaga ruas e destrói carros Reprodução Redes Sociais
'Chafariz' formado no local do acidente podia ser visto de longe Reprodução das Redes Sociais
Adutora da Cedae rompe em Campo Grande, alaga ruas e destrói carros Reprodução Redes Sociais
Adutora da Cedae rompe em Campo Grande, alaga ruas e destrói carros Reprodução Redes Sociais
Adutora da Cedae rompe em Campo Grande, alaga ruas e destrói carros Reprodução Redes Sociais
Adutora da Cedae rompe em Campo Grande, alaga ruas e destrói carros Reprodução Redes Sociais
Adutora da Cedae rompe em Campo Grande e alaga ruas Divulgação/Centro de Operações da Prefeitura
A força da água abriu uma cratera no meio da rua e lançou para o alto pedras e pedaços de asfalto, que atingiram carros estacionados Divulgação / Centro de Operações da Prefeitura

Últimas de Rio de Janeiro