Operação da PM no Complexo da Maré tem dois mortos e pelo menos três feridos

Um dos baleados é o MC Rodson, de 30 anos, que mora na Nova Holanda e passeava com a cachorra, segundo o seu produtor. Moradores colocaram fogo em objetos em uma das pistas da Avenida Brasil por causa dos feridos

Por Raimundo Aquino

MC Rodson foi atingido quando levava a cachorra para passear
MC Rodson foi atingido quando levava a cachorra para passear -

Rio - Pelo menos cinco pessoas foram baleadas durante uma operação da Polícia Militar que começou no início da madrugada desta terça-feira no Complexo da Maré, na Zona Norte. Uma delas é Rodson Gomes, o MC Rodson, de 30 anos, conhecido no conjunto de favelas da Zona Norte do Rio, especialmente onde mora e foi ferido, na Favela Nova Holanda. O músico foi atingido por um tiro no pulmão durante a ação de agentes do Comando de Operações Especiais (COE) na região, por volta de 0h30.

"No momento em que ele foi levar a cachorra para passear, estava tendo uma operação na comunidade. Parece que foi uma operação inesperada e acabou que ele foi baleado", conta um produtor artístico do músico, dizendo que ele foi atingido na rua de casa e foi socorrido pelos próprios familiares.

O funkeiro foi levado para o Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador, onde passou por uma cirurgia durante a madrugada. De acordo com o produtor, o quadro de saúde dele é estável. O músico é casado e tem três filhos.

Procurada, a PM não deu informações sobre os feridos e nem as circunstâncias em que acabaram baleados, relatando somente que duas pessoas foram presas, uma moto recuperada e drogas apreendidas.

Um blindado da PM foi visto na comunidade - Reprodução / Internet

Protesto

A Polícia Militar revelou, já pela manhã, que a operação segue na comunidade. As circunstâncias em que as outras pessoas foram baleadas ainda estão sendo investigadas.

Os disparos na região começaram pouco depois da 0h e seguiram até pelo menos às 4h. "Isso é um absurdo! Muitos tiros. Entraram do nada... caveirão, correria", um morador relatou, pelas redes sociais. "Tem muito morador na (Avenida) Brasil sem poder entrar pras suas casa. Acho isso um cúmulo. Pessoas cansadas do seu dia dia de trabalho e passando por isso. Pessoas do bem. Não merece isso", outro morador lamentou.

Por volta das 3h30, um grupo de manifestantes colocou fogo em objetos na pista lateral da Avenida Brasil, sentido Zona Oeste, na altura da comunidade. O tráfego na via foi desviado pela pista central. A situação no local foi controlada cerca de meia hora depois.

Galeria de Fotos

MC Rodson foi atingido quando levava a cachorra para passear Divulgação
Um blindado da PM foi visto na comunidade Reprodução / Internet

Últimas de Rio de Janeiro