Mais Lidas

Justiça manda soltar motorista que matou ciclista atropelado na Barra

Audiência de custódia determinou a liberdade provisória de José Carlos Verdam da Silva, que atropelou o empresário Artur Vinicius Sales, que pedalava com um grupo de ciclistas na Avenida Embaixador Abelardo Bueno

Por ADRIANO ARAÚJO

Empresário Artur Vinicius Sales tinha 43 anos
Empresário Artur Vinicius Sales tinha 43 anos -

Rio -  A Justiça do Rio mandou soltar o motorista de ônibus José Carlos Verdam da Silva, 56 anos, que atropelou e matou o empresário Artur Vinicius Sales, 43, que pedalava com um grupo de ciclistas na Avenida Embaixador Abelardo Bueno, na Barra da Tijuca, na última terça-feira. A decisão da liberdade provisória ocorreu na sexta-feira passada em uma audiência de custódia na Cadeia de Benfica, onde ele estava preso até então.

Verdam foi indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, mas com agravante por sua condição profissional. "Entendi que ele foi imprudente, não manteve distância e não prestou socorro à vítima", disse a delegada Adriana Belém, titular da 16ª DP (Barra), que investiga o caso, ao DIA

Na decisão, o juiz Pedro Ivo Martins Caruso D'Ippolito entendeu que "ao menos em análise superficial, a segregação cautelar seria medida desnecessária, à luz do princípio da homogeneidade". Ele também defendeu que qualquer dolo (intenção do acusado), mesmo que eventual, poderá ser analisado e apresentado na fase de produção de provas no processo. 

Mesmo com a liberdade, o motorista terá que comparecer mensalmente em juízo, informar à Justiça eventual mudança de endereço e está proibido de deixar a cidade por mais de 10 dias sem prévia autorização judicial. O descumprimento de qualquer uma das medidas poderá causar a sua prisão preventiva. 

Ônibus atropelou e matou empresário que pedalava na Avenida Abelardo Bueno, na Barra da Tijuca - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Pedalada em homenagem ao empresário

Quase mil ciclistas fizeram uma pedalada na de sábado para protestar e homenagear o empresário Artur Vinicius Sales. O grupo cobrou o cumprimento das Leis de Trânsito e melhoria no convívio entre motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres.

A concentração começou às 7h no Condomínio Santa Mônica Jardins, na Barra da Tijuca, de onde os ciclistas seguiram em direção ao Mirante da Prainha, na Zona Oeste, para uma homenagem a Artur. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Empresário Artur Vinicius Sales tinha 43 anos Reprodução
Ônibus atropelou e matou empresário que pedalava na Avenida Abelardo Bueno, na Barra da Tijuca Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Comentários