Mais Lidas

Charlinho do Lixão será enterrado nesta quarta-feira

O sepultamento de Charles Jakson Neres Batista, o Charlinho do Lixão, será às 17h no Cemitério do Corte Oito, em Duque de Caxias, na Baixada. Criminoso foi morto nesta terça-feira em confronto com a polícia

Por O Dia

O traficante Charlinho do Lixão
O traficante Charlinho do Lixão -

Rio - Morto após ser baleado em confronto com policiais, o traficante a morte de Charles Jakson Neres Batista, o Charlinho do Lixão, será enterrado às 17h desta quarta-feira no Cemitério do Corte Oito, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O corpo permanecia no Instituto Médico Legal (IML) no início da tarde de hoje, com previsão de saída entre 14h e 15h. 

O coronel Marcus Vinícius dos Santos Amaral, que lidera o 3º Comando de Policiamento de Área (CPA), disse que estão com cerca de 100 homens de todas as unidades da Baixada Fluminense, apoiando o 15º BPM (Caxias) até o horário do sepultamento do Charlinho. "O apoio continua até que a situação seja normalizada, contando com todo o grupo de ação tática da Baixada", falou.

Um dia após a morte de Charles Jakson Neres Batista, conhecido como Charlinho do Lixão, o Centro de Duque de Caxias, que "ferve" com o comércio local e por possuir vários pontos terminais de ônibus, está "deserto", refletindo um movimento bem abaixo do normal na manhã desta quarta-feira. Policiais do 15º BPM (Caxias) reforçam o policiamento com várias viaturas e dois "caveirões" nos acessos à comunidade do Lixão e Vila Ideal, onde as escolas da região tiveram as aulas suspensas hoje.

O reforço no policialmento após a morte Charlinho ocorre por conta dos protestos ocorridos no centro comercial da cidade, perto da Favela do Lixão. O comércio fechou e houve tentativa de queimar veículos na região, causando pânico em quem estava no local. Muitos corriam para fugir da confusão.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários