Servidores públicos ainda sofrem com atrasos em salários em Belford Roxo

Cláudia Batalha, que passou a catar latinhas de alumínio para sobreviver, recebeu atrasados deste ano. Mas dívida que se arrasta desde 2016 ainda não foi quitada

Por Rachel Siston *

Cláudia Batalha passou a catar latinhas de alumínio para sobreviver
Cláudia Batalha passou a catar latinhas de alumínio para sobreviver -

Belford Roxo - Os servidores do município de Belford Roxo, na Baixada, continuam sofrendo com o atraso no pagamento dos salários. Funcionária da prefeitura cedida ao Conselho Tutelar, Cláudia Maria Batalha recebeu vencimentos referentes a três meses deste ano. Mas a prefeitura ainda não depositou os atrasados desde 2016. Sem receber, ela passou a catar latinhas de alumínio para comprar medicamentos do bisneto, portador de uma doença degenerativa rara que afeta os músculos.

O DIA contou o drama da servidora na edição da última quinta-feira. Dois dias após a publicação, foram depositados os pagamentos. Entretanto, o valor não foi suficiente para quitar todas as dívidas. Sem dinheiro, ela chegou a ficar sem energia elétrica na casa onde mora. "Consegui renegociar minha dívida para religarem minha luz. Continuo catando latinha e trabalhando", conta.

Cláudia diz que ainda passa por dificuldades. "Paguei a conta do celular e fiz as compras para casa. Faltam os remédios do meu bisneto. Estou com dívidas no IPTU, no cartão de crédito, meu nome está no SPC e Serasa", lamenta.

Outros casos

Uma servidora do município, que não quis se identificar, conta que nem todas as pastas sofrem com os atrasos. Segundo ela, o prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho (MDB), escolhe quem deve 'servir de exemplo'. "Faltam os salários de 2016 da maioria dos servidores ativos, aposentados e pensionistas. O prefeito alega não ser uma dívida dele. Os atrasos deste ano são dos (servidores) que foram escolhidos para servir de exemplo. É uma gestão de arbitrariedades", desabafa. Ainda segundo ela, alguns servidores não podem mais participar de manifestações para não perderem seus salários.

Servidores cogitam paralisação

Os funcionários públicos de Belford Roxo enviaram uma pauta de reivindicações para o governo e aguardam uma resposta para terça-feira (30). Nenhuma categoria entrou em greve, mas os servidores esperam o posicionamento da prefeitura para decidirem se vão realizar uma paralisação. Apesar dos atrasos, o prefeito continua anunciando construções de novas áreas de lazer no município e revitalização de bairros.

Procurada, a prefeitura ainda não se posicionou sobre o problema. Após a matéria que contou o drama da servidora Cláudia Batalha, a assessoria disse que esperava a melhora do fluxo de caixa para zerar os vencimentos atrasados que se arrastam desde 2016, respeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal.

* Estagiária sob a supervisão de Herculano Barreto Filho

Galeria de Fotos

Cláudia Batalha passou a catar latinhas de alumínio para sobreviver Alexandre Brum / Agencia O Dia
23/04/2019 - Sem receber salarios, servidora da prefeitura de Belford Roxo cata latas de aluminio para sobreviver. Na imagem, Claudia Maria Batalha da Silva, de 60 anos, no interior de sua casa que ja teve a luz cortada por falta de pagamento da conta. Foto de Alexandre Brum / Agencia O Dia - CIDADE BAIXADA PREFEITURA PREFEITO SERVICO PUBLICO MUNICIPAL MUNICIPIO RENDIMENTO CRISE DIVIDA SOBREVIVENCIA Alexandre Brum / Agencia O Dia

Comentários