Ação na Penha tem três mortos, 16 presos e mais de duas toneladas de drogas apreendidas

Operação do Comando de Operações Especiais (COE) com apoio de outras UPPs e do 1º Comando de Policiamento de Área (CPA) também apreendeu quatro fuzis, duas granadas, um revólver e recuperou uma moto

Por O Dia

O BAC exibe as mais de duas toneladas de drogas apreendidas
O BAC exibe as mais de duas toneladas de drogas apreendidas -
Rio - A operação do Comando de Operações Especiais (COE) no Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, terminou com três suspeitos mortos, 16 presos, mais de duas toneladas de drogas apreendidas, além da apreensão de quatro fuzis, neste sábado. A ação causou confronto ainda no fim da madrugada e assustou moradores das favelas da região.  
Dois suspeitos foram baleados logo no início da operação por policiais da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), enquanto o terceiro foi ferido numa localidade conhecida como "Vacaria". Todos foram socorridos no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, mas não resistiram.

Galeria de Fotos

Fuzil apreendido no Complexo da Penha Divulgação
Fuzis apreendidos, além de drogas, no Complexo da Penha. Duas pessoas foram baleadas Divulgação
Fuzil apreendido no Complexo da Penha Divulgação
Com eles foram apreendidos um fuzil calibre 5.56, um fuzil AK calibre 7,62, uma granada, drogas. A identidade dos baleados também não foi divulgada e o estado de saúde deles é desconhecido. A ocorrência está sendo registrada na 22ª DP (Penha).
A PM informou que o Bope atuou na Vila Cruzeiro, enquanto policiais do Batalhão de Choque participam da operação nos morros da Fé e do Sereno. Além do COE, também participam da ação outras UPPs da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) e do 1º Comando de Policiamento de Área (CPA).
Moradores do complexo de favelas relataram, desde as primeiras horas da manhã, tiroteios em áreas da Penha, como Grotão, Aimoré e nos morros do Sereno e da Caixa d'água. "Clima tenso no Complexo da Penha desde às 5h50 da manhã de hoje", disse uma pessoa no Twitter. "Vila Cruzeiro não tem um minuto de paz", relatou outra moradora na rede social.
Mais de duas toneladas (2,5t) de drogas foram encontradas por policiais do Batalhão de Operações com Cães (BAC) no terraço de uma casa no interior da comunidade. Dois quilos eram de pasta base de cocaína. 
Na Vila Cruzeiro, policiais do Bope apreenderam um fuzil Colt 5,56, 40 quilos de maconha, 15 carregadores e dois rádios transmissores. Os policiais do BPChq prenderam um homem com um revólver 32 e outros dois com mandado de prisão em aberto.

Na comunidade Fé e Sereno, policiais da UPP prenderam um homem que tentou fugir em uma motocicleta roubada. Em outro ponto, também foi preso Luis Paulo Gomes,  "LP da Penha". Com ele foi apreendida uma mochila com drogas, artefatos explosivos e um rádio transmissor.

Na Chatuba, equipes da UPP prenderam Lucas Juan de Assis França Lima, conhecido como "Goiabada". Contra ele constava mandado de prisão em aberto. Em outros pontos da comunidade, em situações diversas, outras sete pessoas foram presas por policiais do Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) do CPP. Além de outros três homens presos com mandados de prisão em aberto. 
Os casos foram registrados na 21ª DP (Bonsucesso), 22ª DP (Penha), 27ª DP (Vicente de Carvalho) e na Delegacia de Homicídios (DH-Capital).

Comentários