Protesto na Praia da Copacabana pede justiça por morte de mestre de bateria

Ato começou na Rua Figueiredo Magalhães e seguiu até a Rua República do Peru na manhã deste domingo

Por O Dia

Alexandre coordenava diversos projetos sociais na Ladeira dos Tabajaras
Alexandre coordenava diversos projetos sociais na Ladeira dos Tabajaras -
Rio - Dezenas de pessoas se reuniram na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na manhã deste domingo, para protestar e pedir justiça pela morte do mestre de bateria Alexandre Duarte. Ele foi morto durante operação da Polícia Militar na comunidade dos Tabajaras, na Zona Sul da cidade. 
A manifestação começou na Rua Figueiredo de Magalhães e seguiu pela orla até a Rua República do Peru. Alexandre era conhecido por amigos como "pressão". Ele tentava realizar um trabalho comunitário quando foi atingido por um tiro de fuzil. O diretor de bateria da escola de samba Unidos da Vila Rica chegou a ser socorrido para o Hospital Copa D'or, mas não resistiu. 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários