Corpos de vítimas de queda de viga de viaduto são retirados após quase 12 horas

Caminhão teria colidido na estrutura, que caiu sobre veículo na Rua Cajurana, em Coelho Neto, matando motorista Adeir dos Anjos Peixoto, de 62 anos, e seu ajudante Deivid Sangi da Costa, 29 anos. Congestionamento chega até Bangu na Avenida Brasil

Por O Dia

Cabine do caminhão ficou completamente destruída
Cabine do caminhão ficou completamente destruída -
Rio - Os corpos dos motorista Adeir dos Anjos Peixoto, de 62 anos, e seu ajudante Deivid Sangi da Costa, 29 anos, vítimas da queda da viga do viaduto na Rua Cajuruana, em Coelho Neto, foram retirados do local quase 12 horas após o acidente, às 6h40 desta sexta-feira. Por conta dos trabalhos na área do acidente, o trânsito na Avenida Brasil apresenta congestionamentos do local do acidente, que fica sob a via expressa, até a altura de Bangu, na Zona Oeste. 
A estrutura de concreto e ferro caiu sobre o caminhão onde estavam as vítimas, o que dificultou o trabalho de remoção. As equipes da Prefeitura do Rio tiveram que serrar a viga e içá-la para remover os corpos.
A Avenida Brasil está interditada no sentido Centro, entre Guadalupe e Coelho Neto, para içamento de estruturas. O trânsito é desviado para uma reversível montada entre passarelas 29 (Barros Filho) e 27 (Irajá). Uma opção para os motoristas que seguem pela Avenida Brasil, sentido Centro, é acessar a Estrada João Paulo, em Barros Filho, e seguir no sentido Madureira.
Há desvios também na Rua Guassupi para a Rua Italianos; no acesso da Avenida Brasil para Coelho Neto, que é desviado para Guassupi; e em Fazenda Botafogo, para Rua Aceguá (Rua dos Prédios), retornando em Guadalupe.
A queda da viga do viaduto aconteceu no trecho que fica debaixo da Avenida Brasil, na altura do número 20.550 e da passarela 28 da via expressa, que faz parte do BRT Transbrasil. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a sala de comando do quartel de Irajá foi acionada às 19h05 para a ocorrência. Ainda segundo a corporação, o veículo teria se chocado com uma estrutura em obra.
A viga desabou em cima da cabine do veículo. Alem do Corpo de Bombeiros, equipes da Polícia Militar e da CET-Rio também estiveram no local para atuar no resgate e auxiliar o tráfego. Com a queda de parte do viaduto, a área ficou interditada e causou retenções no trânsito. Segundo o Centro de Operações Rio (COR), motoristas que seguiam da Pavuna em direção a Inhaúma precisaram pegar caminho alternativo passando por Barros Filho, Honório Gurgel e Rocha Miranda.
Em nota, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação informou que “um caminhão carregando contêineres, com a altura acima do permitido, atingiu a viga pré-moldada que faz parte das obras de alargamento do viaduto de Coelho Neto, na Avenida Brasil. A viga (usada para sustentação da laje do viaduto, que ainda seria colocada) caiu em cima do caminhão por conta da colisão”.

Galeria de Fotos

Cabine do caminhão ficou completamente destruída Reprodução / TV Globo
Trecho de viaduto caiu em cabine de caminhão em Coelho Neto, Zona Norte do Rio, deixando dois mortos Reprodução/ WhatsApp O DIA

Comentários