Polícia cogita importunação sexual de Petrix no 'BBB20': 'Pelo vídeo está claro', diz delegada

Ginasta prestou depoimento sobre o caso nesta sexta e a polícia apura possíveis outros crimes dele dentro do confinamento

Por RAI AQUINO

Depoimento do ginasta durou cerca de uma hora
Depoimento do ginasta durou cerca de uma hora -
Rio - O ex-BBB Petrix Barbosa prestou, na tarde desta sexta-feira, depoimento de cerca de uma hora na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. O ginasta é investigado pelo crime de importunação sexual dentro do BBB20. Ele estava acompanhado de dois advogados e foi confrontado por pelo menos três episódios envolvendo as influencers Bianca Andrade, a Boca Rosa, e Flayslane no confinamento.
"Sobre a episódio em que ele tocou os seios da Bianca, ele negou, dizendo que só a segurou pelas costas para poder levantá-la", disse a delegada Giselle do Espírito Santo, que fez uma ressalva. "Mas pelo vídeo está claro", acrescentou, sobre ele ter cometido o crime de importunação sexual.
Na investigação contra o ex-BBB, a polícia apura três episódios: o que ele pressionou o corpo da Boca Rosa contra o seu e tocou os seios da sister na primeira festa da edição; o que aconteceu dias depois, quando ele deu uma "sarrada" na influencer, após a eliminação do surfista Lucas Chumbo; e a polêmica envolvendo Flayslane, quando o ginasta esfregou os órgãos genitais dele na cabeça da influencer (assista aos momentos nos vídeos mais abaixo).

Galeria de Fotos

Ex-BBB negou todas as acusações AgNews
Depoimento do ginasta durou cerca de uma hora AgNews
Pétrix chegando para depoimento AgNews
Pétrix estava acompanhado de dois advogados AgNews
A delegada afirma que a Deam de Jacarepaguá vai ouvir as sisters a partir da semana que vem. Ela só não decreta se isso vai acontecer dentro ou fora dos Estúdios Globo, onde fica a casa do Big Brother Brasil. A investigação vai seguir com a titular da especializada, a delegada Catarina Noble, que está fora da delegacia até segunda.
"Ela vai ouvir as meninas. É importante ouvi-las para ver se houve consentimento. Pelo vídeo está claro que elas estavam alcoolizadas", Giselle afirmou, sobre o primeiro caso envolvendo a Boca Rosa e o com a Flayslane. "Ele disse que elas não estavam".
Giselle afirma que depois dos depoimentos das sisters, o ginasta será ouvido novamente, para que sejam apontadas possíveis contradições nas versões. Até o fim do inquérito, a investigação pode envolver outros crimes.
"Novos fatos podem surgir, outros crimes podem surgir", a delegada avisa.
Procurada pelo DIA, a assessoria do ginasta disse que, no depoimento, "o atleta esclareceu que nunca teve a intenção de importunar, constranger e, tampouco, magoar ninguém".
. Petrix pega nos seios de Boca Rosa
. Petrix se esfregando em Boca Rosa
. Petrix encosta as partes íntimas em Flayslane:
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários