MP denuncia homem que matou turista lituano e estuprou sua esposa em Paraty

Edson dos Santos está preso preventivamente desde o dia do crime, na madrugada do último dia 6

Por O Dia

Edson dos Santos foi preso horas depois do crime
Edson dos Santos foi preso horas depois do crime -
Rio - O Ministério Público estadual (MPRJ) denunciou o homem que matou o turista lituano Adam Zindul, de 37 anos, e estuprou a esposa dele, 35, na madrugada do último dia 6, em Paraty, na Região da Costa Verde. O MPRJ pede que Edson dos Santos responda pelos crimes de homicídio e estupro.
Edson foi preso em flagrante no mesmo dia do crime e, desde então, está preso preventivamente. Na ação de indiciamento, o Ministério Público pede que a Justiça mantenha a prisão preventiva dele. 
De acordo com a denúncia, "foram imputadas qualificadoras em razão do crime ter sido praticado por motivo torpe, com recurso que impossibilitou a defesa da vítima, com emprego de meio cruel e para assegurar a impunidade do crime de estupro"

Galeria de Fotos

Adam Zindul tinha 37 anos Arquivo Pessoal
Adam Zindul tinha 37 anos Arquivo Pessoal
Adam Zindul tinha 37 anos e foi morto a pauladas pelo maníaco Arquivo Pessoal
Adam Zindul tinha 37 anos Arquivo Pessoal
Adam Zindul tinha 37 anos reprodução da internet
Adam tinha 37 anos. Ele e a esposa chegaram ao Sono no domingo Arquivo Pessoal
O CRIME
O crime contra o lituano e sua esposa, uma brasileira de São Paulo, aconteceu em uma casa alugada pelo casal na Praia do Sono, que fica a cerca de 25 km do Centro Histórico de Paraty e onde só é possível chegar de barco ou por trilha. A polícia investigou que durante o crime, Edson pediu para a mulher amarrar o marido para depois estuprá-la.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários