Dois policiais militares morrem com suspeita de coronavírus no Rio

Estado já registrou 490 mortes pela doença até quarta-feira

Por O Dia

Sérgio Accioli morreu com suspeita de coronavírus
Sérgio Accioli morreu com suspeita de coronavírus -
Rio - Mais dois policiais militares morreram com suspeita do novo coronavírus no Rio de Janeiro. A morte da primeira agente com covid-19 foi confirmada pela corporação na segunda-feira. 
O segundo tenente Sérgio Accioli de Souza Magalhães, de 58 anos, era da reserva e ingressou na corporação em 1984. Segundo publicações de amigos e familiares nas redes sociais, ele foi mais uma vítima da covid-19. Sérgio morreu com problemas respiratórios no Hospital Central da Polícia Militar. O tenente foi submetido ao teste para covid-19 mas o resultado ainda não foi confirmado.
O sargento Diógenes Moreno, de 43 anos, também morreu com problemas respiratórios no Hospital Central da Polícia Militar. Ele chegou a fazer o teste para o novo coronavírus mas o resultado não ficou pronto. Diógenes estava na corporação desde 1999 e era lotado no 14º BPM (Bangu). A PM divulgou uma nota lamentando a morte.
Diógenes Moreno morreu com suspeita de covid-19 - Reprodução Internet
Sérgio Accioli morreu com suspeita de covid-19, segundo amigos - Reprodução Internet

Galeria de Fotos

Sérgio Accioli morreu com suspeita de coronavírus Reprodução Internet
Diógenes Moreno morreu com suspeita de covid-19 Reprodução Internet
Sérgio Accioli morreu com suspeita de covid-19, segundo amigos Reprodução Internet

Comentários