Jovem baleada na cabeça enquanto dormia na Cidade de Deus recebe alta

Bianca Regina de Oliveira, de 22 anos, foi atingida próximo à orelha e socorrida pra a Unidade de Pronto Atendimentoda região e depois transferida parta o Hospital Municipal Miguel Couto

Por O Dia

Bianca Regina recebeu alta na madrugada de ontem após passar por cirurgia para retirada da bala
Bianca Regina recebeu alta na madrugada de ontem após passar por cirurgia para retirada da bala -
Rio - Recebeu alta na madrugada desta segunda-feira, Bianca Regina de Oliveira, de 22 anos. A jovem foi baleada na cabeça na manhã de segunda-feira em casa na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio. Ela estava internada no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul do Rio. Bianca Regina de Oliveira foi atingida próximo à orelha e socorrida pra a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região e depois transferida parta o Miguel Couto.
A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informa que Regina deverá seguir com o acompanhamento ambulatorial.
De acordo com Carla Regina, sogra da vítima, Bianca acordou com os disparos e foi atingida no momento em que buscava o celular na sala. Como a casa fica na região do Brejo, localidade mais pobre da comunidade, a casa é feita de madeira e mais fácil de ser atingida por disparos. "Estava tudo em paz e os policiais vieram do nada atirando, não estava tendo nada, não tinha ninguém na rua. Minha nora foi baleada dentro de casa, na reta de onde os policiais estavam, na reta do vasco. Ela estava dentro de casa, não tinha confronto de nada. Não é a primeira vez que isso acontece, teve uma doação de cesta básica e foi um menino baleado assim mesmo. Hoje foi minha nora."
Segundo a Polícia Militar, agentes do 18ºBPM (Jacarepaguá) e do Comando de Policiamento Ambiental (CPAm) iriam auxiliar uma ação do Instituto Estadual do Ambiente (INEA) no Centro de Treinamento do Vasco da Gama, localizado próximo à comunidade Cidade de Deus. No entanto, disparos foram ouvidos no interior da comunidade.

De acordo com os militares, as equipes não revidaram e a ação que seria feita foi cancelada. Não houve acionamento da corporação para socorrer possíveis feridos pelos disparos.

Comentários