Soldados da Polícia Militar estavam em festa organizada por milicianos em Angra dos Reis

Titular da da DHBF, delegado Moyses Santanna, disse que os três soldados da PM estavam com armas funcionais e alegaram que não sabiam que festa contava com milicianos. Ação para prender criminosos invadiu live do grupo 'Aglomerou'

Por Anderson Justino

Milicianos armados em festa em Angra dos Reis: vídeos na internet
Milicianos armados em festa em Angra dos Reis: vídeos na internet -
Rio - O titular da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), delegado Moyses Santanna, confirmou nesta segunda-feira a presença de três soldados da Polícia Militar na festa organizada por milicianos no fim de semana, em Angra dos Reis. De acordo com o delegado, todos eles estavam usando suas armas de trabalho e negaram saber que a comemoração era organizada por um grupo paramilitar. Na ação, os agentes invadiram uma casa ao lado onde ocorria uma live de um grupo de pagode, o 'Aglomerou'.

Moyses Santanna disse que irá oficializar à PM sobre a presença dos policiais na festa. A princípio os agentes respondem somente pelo artigo 268, que prevê a infração a quem desobedece "determinação do poder público, destinada a impedir a introdução ou propagação de doença contagiosa".
Os policiais alegaram em depoimento que foram convidados por Renata Berkerick para a festa, que aparece em vídeos da festa com homens armados. Os soldados da PM não aparecem nos vídeos divulgados pelo DIA, segundo foi apurado.
De acordo com Santanna, Renata Berkerick, que aparece dançando com um dos homens armados que seriam milicianos, disse que era organizadora da festa. Apesar de dizer que a pessoa do vídeo é seu namorado, ela não soube dizer o seu nome em depoimento e que não sabia que tinha gente armada, apesar do vídeo mostrar o contrário.
Polícia apura presença de Ecko na festa
A investigação da Polícia Civil sobre os milicianos que estavam em uma festa em Angra dos Reis, na Costa Verde, reuniu os vídeos que os criminosos divulgaram nas redes sociais. Nas imagens, eles estão armados, dançando com as mulheres que foram deixadas para trás quando agentes da DHBF chegaram ao local, no domingo à tarde. 
De acordo com os investigadores, alguns milicianos foram identificados como sendo de Curicica. Outra linha aponta que Wellington Oliveira, o Ecko, estaria no grupo. Questionado sobre essa linha de investigação, Moyses Santanna disse que as informações sobre a identificação dos criminosos presençes estão em sigilo.
'Ficha ainda não caiu', diz vocalista do grupo 'Aglomerou'
Em entrevista ao DIA, João Victor Costa, vocalista do grupo Aglomerou, que teve a live invadida pelos policiais, disse que ainda está tenso. "Muita gente ligando do Brasil todo e as imagens passando em todo o mundo. Ainda estamos em choque, mas tranquilos. A ficha ainda não caiu", confessa.
"A quantidade de entrevista, gente ligando, mas o mais importante são as mensagens de solidariedade que estamos recebendo", completa ele, que anuncia a próxima live para domingo, dia 2 de agosto, às 15h. Famosos como Dennis DJ, Gabriel O Pensador e Kevin O Chris já declaram apoio aos artistas.

Comentários