Flordelis se apresenta para colocar tornozeleira eletrônica

Parlamentar se apresentou em um dos locais indicados para instalação da tornozeleira, em São Gonçalo

Por O Dia

Flordelis é acusada de ser mandante do assassinato do marido
Flordelis é acusada de ser mandante do assassinato do marido -
Rio - A deputada federal Flordelis se apresentou para colocar a tornozeleira eletrônica na tarde desta quinta-feira, 8. A parlamentar se apresentou em um dos locais indicados para a instalação, em São Gonçalo, na Região Metropolitana, por volta das 15h. O processo durou cerca de dez minutos.

Galeria de Fotos

Flordelis e Anderson Carmo Reprodução
Flordelis deve se apresentar até as 17h desta quinta-feira Michel Jesus / Câmara dos Deputados
Flordelis e o marido, o pastor Anderson do Carmo Reprodução Instagram
Flordelis e o marido, o pastor Anderson do Carmo Reprodução Instagram
Flordelis e o marido, o pastor Anderson do Carmo Reprodução Instagram
Flordelis e o marido, o pastor Anderson do Carmo Reprodução Instagram
Flordelis e o marido, o pastor Anderson do Carmo Reprodução Instagram
Flordelis foi indiciada como mandante do assassinato do pastor Anderson do Carmo em agosto deste ano. O crime aconteceu na garagem da casa da família em Pendotiba, Niterói, em junho de 2019. Por causa da imunidade parlamentar, Flordelis não foi presa. 
As medidas cautelares foram solicitadas pelo Ministério Público (MPRJ) e decididas pela juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, titular da 3ª Vara Criminal de Niterói, no último dia 18 de setembro. O monitoramento eletrônico da deputada federal foi escolhido, de acordo com o processo, por causa da dificuldade de localizar Flordelis, tanto para a citação no processo, quanto para sua notificação pela Câmara dos Deputados. A parlamentar também teria intimidado uma das testemunhas do caso ao jogar explosivos no quintal da casa dela.