Rodoviária Novo RioDivulgação/ Rodoviária do Rio

Por O Dia
Rio - Com o aumento do número de reclamações de passageiros que desembarcam diariamente na Rodoviária Novo Rio – e que são disputados por inúmeras pessoas oferecendo serviços de transportes ilegais – a Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa do Rio liberou um novo canal para reclamações e denúncias. 
Segundo Dionísio Lins (Progressista), passageiros são acuados e forçados a ingressarem nos veículos. "É um absurdo o que vemos diariamente e principalmente nos finais de semana, quando é registrado um aumento no embarque e desembarque de passageiros de táxis piratas, motoristas particulares e vans ilegais, que disputam esses passageiros com as cooperativas cadastradas e legalizadas existentes no local", disse.
Publicidade
"Eles se aproveitam da falta de conhecimento dos que chegam na cidade e da total falta de fiscalização, e oferecem aos gritos o serviço de transporte. Recebemos a informação de pessoas ligadas a administração da rodoviária e de taxistas que o número de carros particulares e táxis piratas que circulam no entorno da rodoviária é de 40 veículos todos os dias. Isso precisa ter um fim", completou o deputado.
Dionísio afirmou também que vai solicitar que o governador Claudio Castro interceda junto a Polícia Militar e ao Detro, para que seja intensificada a repressão no local em horários alternados. Ele vai pedir ainda do presidente do Detro uma atuação mais contundente no entorno da rodoviária, além do número de operações e de veículos multados e apreendidos nos últimos três anos.
Publicidade
"Creio que não seja tão difícil a identificação desses veículos, já que a rodoviária possui inúmeras câmeras de monitoramento dentro da área de embarque de desembarque, assim como em todo seu entorno", explicou.
As denúncias de irregularidades devem ser enviadas para [email protected]. Elas serão aos órgãos competentes e acompanhadas e cobradas pelos técnicos da comissão.