Marcos Eduardo da Silva, de 23 anos, foi morto na madrugadaReprodução/RJTV

Rio - O motorista de aplicativo Marcos Eduardo da Silva, de 23 anos, foi enterrado na tarde deste domingo (7) no Cemitério São Miguel, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. O jovem foi assassinado a tiros, na madrugada de sábado, enquanto trabalhava, durante uma tentativa de assalto.

A Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) está investigando o caso para descobrir quem foram os criminosos que tentaram assaltar Marcos.

De acordo com as informações da Polícia Militar, equipes do 7° BPM (São Gonçalo) receberam um chamado ao local do crime após moradores da Avenida Joaquim de Oliveira, no bairro Porto da Pedra, ouvirem os tiros, por volta de 2h. Silva não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Já a passageira que estava com ele foi baleada no pé. A mulher foi socorrida no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat) e não corre risco de morte. 
Segundo testemunhas, Silva teria tentado fugir ao ser abordado.