Rio confirma terceiro caso da variante ômicron no municípioReprodução

Rio - A Secretaria Municipal de Saúde confirmou, nesta terça-feira (4), o terceiro caso de ômicron no município do Rio. Trata-se de uma mulher de 39 anos, moradora do México, que chegou ao Rio no dia 13 de dezembro. Segundo a pasta, ela realizou um exame adquirido em farmácia no dia em que desembarcou, com resultado positivo para Covid-19. A partir disso, ela foi identificada como um casos suspeito pela vigilância epidemiológica e teve amostra encaminhada para sequenciamento genômico.
Ainda segundo a SMS, a paciente havia sido vacinada com a dose única da Janssen em julho, no México, e não tomou a dose de reforço. Ela apresentou sintomas sem gravidade. Há ainda outros 179 casos suspeitos em investigação no município.
Também nesta sexta, uma reportagem do DIA mostrou que a taxa de positividade dos testes para Covid-19 na Secretaria Municipal de Saúde do Rio está em 13% nesta terça-feira (4). O número mais que dobrou em relação à última semana, quando estava em 6%. Na semana anterior, estava ainda menor, em 1%. Um levantamento realizado pela rede de saúde privada Dasa também identificou aumento expressivo na taxa de positividade para SARS-CoV-2.
Influenza

Já os casos de gripe na cidade do Rio foram reduzidos consideravelmente. Nesta última semana, a queda no índice de pacientes que buscaram assistência na rede de urgência e emergência da Rede Municipal de Saúde do Rio foi de 75% em relação ao início de dezembro. Mais de 2,9 milhões de pessoas já foram imunizadas contra a gripe na cidade.
Segundo a Rede Dasa, de laboratórios privados, as maiores positividades no mês de dezembro para Influenza foram no Paraná (27%), Goiás (25%) e Distrito Federal (24%). No Rio de Janeiro, a positividade para Influenza caiu para 11% na última semana de dezembro. O pico foi 25% na segunda semana de dezembro.