Boletim destaca que, além da variante Ômicron da covid-19, o cenário atual conta com uma epidemia de influenza pelo vírus H3N2Reprodução

Rio - A Secretaria de Estado de Saúde do Rio (SES) informou que registrou, até esta sexta-feira, 1.382.484 casos confirmados e 69.530 óbitos por coronavírus no estado. Nas últimas 24 horas, foram contabilizados 7.305 novos casos e seis mortes. Só na capital, houve o registro de 6.628 casos confirmados e um óbito nas últimas 24 horas.
A taxa de letalidade da covid-19 no Rio está em 5,06%, a maior do país. Entre os casos confirmados, 1.287.532 pacientes se recuperaram da doença. Segundo o painel de dados desenvolvido pela pasta, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para a covid-19 no estado é de 10,4%. Já a taxa de ocupação nos leitos de enfermaria é de 8,0%.
Covid no Rio
O Rio de Janeiro tem cinco regiões em bandeira verde no Mapa de Risco da covid-19, divulgado nesta sexta-feira (7) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). A 63ª edição mostrou que Metropolitana II, Baixada Litorânea, Serrana, Noroeste e Centro Sul têm risco muito baixo da doença. Já Metropolitana I, Baía de Ilha Grande, Médio Paraíba e Norte ficaram em bandeira amarela, que representa risco baixo. Na classificação geral, o estado se mantém em bandeira verde.

A análise compara as semanas epidemiológicas 51, entre os dias 19 a 25 de dezembro, e 49, de 5 a 11 de dezembro. De acordo com a SES, a partir de meados da 52ª semana epidemiológica, de 26 de dezembro a 1º de janeiro, foi identificado um aumento repentino na taxa de positividade dos testes de RT-PCR para detecção do novo coronavírus. A taxa passou de 1,4%, no fim de dezembro, para mais de 20% nos primeiros dias de janeiro.