Só podem fazer a cirurgia os gatos com idade entre quatro meses e sete anos. Cada gonçalense pode solicitar a cirurgia de até três animais
Só podem fazer a cirurgia os gatos com idade entre quatro meses e sete anos. Cada gonçalense pode solicitar a cirurgia de até três animaisDivulgação
Por Irma Lasmar
SÃO GONÇALO - O Departamento de Controle de Zoonoses e Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde abriu agendamento para a castração de gatos machos tutelados pelos munícipes. Os interessados devem ligar para o telefone 3195-5198 ramal 1005 para marcar a visita ao órgão. Para o pedido da cirurgia, é pré-requisito ser morador da cidade
Em um dia determinado pela Vigilância, o inscrito deverá levar CPF, identidade e comprovante de residência para realizar o agendamento da castração. Os donos também assinam o termo de ciência pré-operatório, com as orientações de como proceder na data da cirurgia, que será marcada no ato da inscrição. Os responsáveis também são informados sobre os riscos da operação.
Publicidade
As cirurgias acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, atendendo cerca de 30 felinos por dia. Antes da operação, os animais passam por uma avaliação clínica; estando aptos para a castração, os bichinhos são anestesiados e operados.
Só podem fazer a cirurgia os gatos com idade entre 4 meses e 7 anos. Cada gonçalense pode solicitar a cirurgia de até três animais. Vale ressaltar que, devido à pandemia do novo coronavírus, qualquer tipo de atendimento ou solicitação ao Departamento de Controle de Zoonoses deverá ser precedido por agendamento telefônico. A Vigilância Sanitária fica no São Gonçalo Shopping (Avenida São Gonçalo s/nº, bairro Boa Vista).
Publicidade
Segundo especialistas registrados no Conselho Regional de Medicina Veterinária, entre os principais benefícios da castração estão: evitar a reprodução de ninhadas indesejadas e abandonadas; reduzir a marcação de território pela casa com urina pelos machos e as “fugas” em até 94%, diminuindo com isso as brigas de rua e a contração de doenças por acidentes, traumatismos, intoxicações e maus tratos; eliminar o risco de desenvolver tumores de ovários, útero e mamas nas fêmeas e de testículos nos machos. Consequentemente, a expectativa de vida do felino aumenta. Ainda de acordo com informações do CRMV, para os gatos, os três primeiros meses pós-castração é o período de maior ganho de peso, pois aumenta a ingestão voluntária de alimentos. Em gramas, um macho castrado tende a comer 26% a mais e a fêmea, 18%, se for oferecido alimento à vontade. Este dado, aliado com o fato de que o gato castrado fica menos ativo fisicamente e, consequentemente, gasta menos energia, é uma das principais causas da obesidade felina. Mesmo assim, as vantagens são mais significativas: com a adequação de uma rotina estimulante e uma mudança no comportamento alimentar, o pet pode atravessar esse desafio com mais saúde e longevidade.