Por Irma Lasmar
SÃO GONÇALO - A Secretaria Municipal de Saúde vacina, nesta sexta-feira (9) e no sábado (10), os gonçalenses a partir de 67 anos em nove pontos de vacinação contra o coronavírus, três deles com drive-thru. Além dos idosos, a cidade também imuniza trabalhadores dos hospitais da cidade com a primeira dose do CoronaVac, incluindo os da linha de frente que ainda não se vacinaram por serem recém-contratados e os que não são da linha de frente e têm mais de 50 anos.
No grupo da linha de frente estão todos os trabalhadores envolvidos na unidade de saúde municipal: faxineiros, atendentes, recepcionistas, maqueiros, médicos, enfermeiros, copeiras, cozinheiras, técnicos. Para se vacinarem, eles devem comprovar o vínculo empregatício. Se trabalham em outra cidade, devem apresentar o vínculo de trabalho em unidade que seja linha de frente e o comprovante de residência em São Gonçalo.
Publicidade
Estão na lista dos profissionais de saúde com mais de 50 anos que trabalham em hospitais da cidade ou que moram em São Gonçalo e atuam em hospitais de outros municípios e que podem se vacinar com a primeira dose: técnico em radiologia, enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem, médico, fisioterapeuta, nutricionista, odontólogo, fonoaudiólogo, psicólogo, biólogo, farmacêutico, assistente social, biomédico e auxiliar e técnico de saúde bucal.
A Secretaria também aplica a segunda dose da vacina CoronaVac os idosos e funcionários da saúde que têm mais de 21 dias de vacinados. Todos devem estar munidos do comprovante da primeira dose da mesma marca de vacina, aplicada pela Secretaria Municipal de São Gonçalo e não outro município, ou não serão imunizados. Os que receberam o imunizante Oxford/Astrazeneca devem aguardar o intervalo da vacina, que é de 12 semanas, mas que ainda não está disponível.
Publicidade
Idosos acamados com mais de 67 anos atendidos pela Estratégia Saúde da Família (ESF) estão sendo vacinados em casa. Parentes e responsáveis de acamados desta mesma idade ou com mobilidade reduzida que não são atendidos pelo programa podem procurar unidades de saúde mais próximas de seus endereços para cadastrar o idoso para receber a vacina em casa ou fazer o cadastro através do e-mail [email protected] 
A população acompanha o calendário pelo site www.saogonçalo.rj.gov.br e pelas redes sociais da Prefeitura.
Publicidade
Balanço – Desde o início da campanha, a cidade aplicou a primeira dose em 95.019 pessoas, sendo 22.836 trabalhadores da saúde, 67.969 idosos com mais de 68 anos, 1.648 funcionários e pessoas em Instituições de Longa Permanência (Ilpis), 105 pessoas de residências terapêuticas, dois indígenas e 2.459 acamados. Até as 16h desta quinta-feira (8), 28.715 pessoas já tinham sido imunizadas com a segunda dose. 
Locais de vacinação, de segunda a sexta, das 8h às 17h, e sábado das 8h às 12h:
Publicidade
– Polo Sanitário Dr. Washington Luiz, Zé Garoto
– Ginásio do Clube Mauá, Centro
– Umpa Nova Cidade
– Clínica Gonçalense do Mutondo
– Polo Sanitário Dr. Hélio Cruz, Alcântara
– Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal
– Polo Sanitário Rio do Ouro
– PAM Coelho

Pontos com drive-thru:

– Campo do Clube Mauá, Centro
– Centro de Tradições Nordestinas, Neves
– Umpa Nova Cidade
São Gonçalo terá, a partir da próxima segunda-feira (12), mais um ponto de vacinação contra o coronavírus, passando a contar com dez locais. O CRAS de Vista Alegre vai atender, das 8h às 17h, para pedestres e também em drive-thru.
Publicidade
Público-alvo e documentação solicitada para primeira dose:

– Profissionais de saúde com mais de 50 anos ou da linha de frente, de qualquer idade, que trabalham em hospitais de São Gonçalo e moram na cidade: comprovante de trabalho em área hospitalar, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação;

– Profissionais de saúde com mais de 50 anos ou da linha de frente, de qualquer idade, que trabalham em unidades hospitalares de São Gonçalo e que residem em outros municípios: comprovante de trabalho em área hospitalar de São Gonçalo, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação;

– Profissionais de saúde com mais de 50 anos ou da linha de frente, de qualquer idade, que trabalham em hospitais de outros municípios e residem em São Gonçalo: comprovante de trabalho em área hospitalar, comprovante de residência de São Gonçalo, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação;

– Idosos (idades definidas de acordo com o calendário): identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e carteira de vacinação.