Adolfo morava em Maricá, na Região Metropolitana do Rio
Adolfo morava em Maricá, na Região Metropolitana do RioFoto: Reprodução / Redes Sociais
Por O Dia
SILVA JARDIM – A Covid-19 fez mais uma vítima no estado. Um médico que trabalhava na UPA de Silva Jardim, no interior do Rio, morreu após complicações causadas pelo coronavírus, nesta quinta-feira (4). Colegas de trabalho relataram que Adolfo Wiechmann, de 70 anos, estava internado em um hospital de Niterói, e devido a um agravamento da doença, acabou não resistindo.

A Prefeitura de Silva Jardim divulgou uma nota de pesar, lamentando a morte do profissional da saúde. “Um médico exemplar, que não media esforços para ajudar a todos. Neste momento de dor, nos solidarizamos com seus familiares ratificando o nosso voto de pesar e agradecimento à dedicação e trabalho prestado ao município”, diz trecho da nota, publicada pelo Município, nas redes sociais.

Adolfo morava em Maricá, na Região Metropolitana do Rio, e, além de atuar na UPA de Silva Jardim, o médico também fazia parte da equipe de resgate da concessionária Artéris, responsável pela BR-101. Informações sobre o horário do sepultamento do corpo do médico não foram divulgadas.

De acordo com o boletim mais recente divulgado nessa quarta-feira (3), pela Prefeitura de Silva Jardim, a cidade registra 1.735 casos confirmados, incluindo 20 vidas perdidas para a Covid-19.

Segundo profissional de saúde perdido para a doença

Wiechmann é o segundo médico que trabalhava na UPA de Silva Jardim, e que morreu vítima da Covid-19. No dia 5 de janeiro deste ano, a ginecologista obstetra Heloise Barros de Assumpção, de 59 anos, moradora da cidade, também morreu em decorrência da doença.