Degase amplia sistema de monitoramento da unidade de internação em Volta Redonda
Degase amplia sistema de monitoramento da unidade de internação em Volta RedondaDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - O Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase) com o objetivo de atender a demanda de ampliação do sistema de monitoramento da unidade de internação localizada em Volta Redonda, cumpriu integralmente uma recomendação expedida em dezembro de 2020 pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ).
O documento recomendava ao Degase a manutenção das 32 câmeras já existentes no Centro de Socioeducação Irmã Asunción de la Gándara Ustara (Cense Volta Redonda) e sugeriu a instalação de novas câmeras de monitoramento em pontos cegos, para minimizar possíveis falhas de cobertura.
Publicidade
A promotoria indicou na recomendação, os pontos em que as novas câmeras deveriam ser instaladas, com base na Informação Técnica nº 1.305/2020, de 19/11/2020, elaborada pelo Grupo do Apoio Técnico Especializado (GATE/MPRJ).
Antes de encerrado o prazo de 90 dias, o Governo do Estado do Rio de Janeiro seguiu todas as orientações do GATE/MPRJ e instalou mais 24 câmeras de monitoramento na unidade de cumprimento de medida socioeducativa de internação.
Publicidade
O sistema de câmeras no local permitirá a preservação de direitos, segurança e transparência na execução da medida socioeducativa na unidade. Com o cumprimento da recomendação pelo Degase, não será necessário o ajuizamento de ação civil pública.