Anderson Leonardo fala à imprensa após depoimento na 33ª DP (Realengo) - Luciano Belford / Agência O Dia
Anderson Leonardo fala à imprensa após depoimento na 33ª DP (Realengo)Luciano Belford / Agência O Dia
Por O Dia
Anderson Leonardo assumiu ser bissexual em uma live durante a madrugada deste sábado (6),logo após ter passado horas na 33ª Delegacia Policial (Realengo) para depor sobre a acusação de estupro de Maycon Douglas Porto do Nascimento Adão, o MC Maylon. Em conversa com o jornalista Betoh Cascardo, o pagodeiro falou tudo e sem filtro sobre o caso. Anderson negou o estupro.


"Comi? Comi. Estuprei? Não. Comi, com consenso. O veado (sic) estava colocando cada roupa colorida, aquele 'bagão' (sic) na frente, grande para c******, e com o maior bundão. Eu falei: 'Compadre, vou botar no c* dele logo para acabar com essa p****. Botei no c* dele. Pensei que estava até apaixonado pelo c* dele. Mas depois que comi o c* dele, com consentimento, normal" - Neste momento o cantor para o depoimento e afirma que não está tentando se prejudicar ou criar provas contra si próprio, que apenas está relatando fatos. E continuou. "Eu não preciso estuprar ninguém, não. Não preciso".
Publicidade
Ainda na live, Anderson explicou que conheceu Mc Maylon quando marcou uma reunião no estúdio, para conhecer seu trabalho como cantor. Eu falei: 'Irmão, independente de qualquer coisa. Você tem alguma música para eu ouvir?'. Ele mostrou uma música até bem produzida. Falei: 'Você canta bem. Mas eu queria ver você cantar ao vivo". Anderson admitiu que estava em uma fase sensível porque tinha terminado recentemente um relacionamento, e que acabou se encantando.

"Eu tinha terminado um relacionamento e o menino faz uma tatuagem para você? O cara está ali te encantando. Quando começa a te encantar, você não vê cara, bolso, nada. Você só vê uma pessoa. O que acontece? Aconteceu. Entendeu?", completou.
Na quarta-feira (3), a acusação de estupro do cantor e dançarino Maycon Douglas Pinto de Nascimento Adão, o MC Maylon, de 21 anos, veio à tona. Ele denunciou Anderson Leonardo, que a princípio negou o crime, mas na delegacia, dois dias depois, confirmou a relação sexual e ainda disse que o ato foi consensual. O vocalista do Molejo acusou Maylon de chantagem.
Publicidade
Em nota oficial publicada no Instagram, Fêh Oliveira, advogada de Mc Maylon, falou sobre os ataques que o dançarino vinha sofrendo na internet e repudiou o depoimento do cantor que disse que tinha sido chantageado. "Diante da incontestável prova pericial apresentada à Polícia Civil pela vítima, o cantor entrou em contradição negando o que o mesmo havia comunicado em nota à imprensa publicada no dia 04/02/2021 e admitiu que houve a conjunção carnal (introdução do pênis e ejaculação no ânus da vítima)! começou no texto.
"Meu cliente vinha sofrendo diversos ataques nas redes sociais por pessoas que duvidavam de sua versão e o acusavam de oportunismo e que agora começam a acreditar na veracidade de seu relato. No ensejo, repudio qualquer tentativa de imputação de chantagem à vítima ou à sua genitora, a empresária e mãe de santo, Jupira Pinto Nascimento. Mais uma cilada na estratégia torpe de defesa para tentar desmoralizar a vítima", concluiu Fêh Oliveira.
Publicidade