Mumuzinho
MumuzinhoDivulgação/Guto Costa
Por O Dia
Ele merece ser feliz. Márcio da Costa Batista é conhecido como Mumuzinho. Cantor e ator, ele é aquele tipo de pessoa que onde chega arrebata as pessoas pelo jeito simples e alegre de ser. Cria de Realengo, sonhava mesmo ser ator, mas quis o destino e um bar na esquina da rua de sua casa revelarem que sua vocação era outra... e lá se vão dez anos como pagodeiro e cinco álbuns no mercado, sendo último intitulado 'Playlist', lançado em fevereiro. Aos 37 anos, pai de três meninos, Mumuzinho quer ter uma menina, odeia mentiras e admite que vencer o 'Show dos Famosos' foi um marco na sua trajetória.
Você sempre conta que gostava de tocar pagode, mas precisava trabalhar para ajudar em casa. Quando você percebeu que daria certo como pagodeiro?
Na verdade, eu comecei em Realengo. Meu sonho era ser ator. Não tinha pretensão de ser cantor, mas a música apareceu para mim por conta de um barzinho que tinha na esquina perto da minha casa e eu queria cantar. Aí começaram a surgir as oportunidades, conheci um grupo de pagode que era famoso na região e eles me deram muitas oportunidades. Foi a partir dessas oportunidades que eu me dei conta que esse seria o meu caminho. Gravei meu primeiro disco, a música estourou, fui fazer um show na Lona Cultural e nesse dia a Regina Casé estava lá, me viu, e me chamou para participar do 'Esquenta'. Aí, graças a Deus, as oportunidades não pararam mais.
Publicidade
Se não fosse cantor, o que seria?
Seria arquiteto.
Fala um pouco a da sua experiência como ator em 'Os Trapalhões'? O que você tirou dessa experiência?
Nossa, fazer essa homenagem aos 40 anos dos 'Trapalhões' foi um presente na minha carreira. Foi incrível, uma experiência inovadora na minha vida. Eu adoro atuar e fazer parte desse projeto me ensinou muito.
Publicidade
Tem vontade de atuar de novo?
Eu amo atuar e, com certeza, tenho saudades de atuar. Mas, agora estou muito focado no meu trabalho na música e na divulgação do meu álbum 'Playlist' que lancei recentemente.
Você participaria do 'The Voice' e quem você gostaria que fosse o seu técnico?
Sim, com certeza. O palco do 'The Voice' traz uma visibilidade incrível para os candidatos que passam pelo programa, além de todos os ensinamentos que os participantes absorvem da equipe maravilhosa do 'The Voice'. E quem eu escolheria de técnico? Difícil decisão. Eu amo todos que estão ali e sou muito fã do trabalho que cada um desenvolve com personalidade única. Seguiria meu coração e a emoção do momento.
Publicidade
Acha que sua carreira deu um salto depois de ter vencido o 'Show dos Famosos', em 2018? O que representou para você participar da produção?
Com certeza. O 'Show dos Famosos' mudou a minha vida e a minha carreira. Cada programa era um novo desafio e eu precisava me superar em cada interpretação. Sem dúvidas, ter participado do 'Show dos Famosos' foi um marco.
O que te tira do sério?
Mentira!
Publicidade
O que não pode faltar na sua casa de jeito nenhum?
Uma caixa de som. Música é vida, é alegria!
Você tem três filhos. Sonha ter uma menina? Como seria o Mumuzinho pai de uma menina?
Ah, gostaria de ter uma menininha, sim. Mas Deus sempre reserva algo especial para nós. Se um dia quisermos engravidar de novo e ele mandar outro menino, vamos amar de todo o jeito. Eu amo ser pai de menino. Com uma menina vou ter que aprender muita coisa nova, mas uma coisa é fato: ela ia ser muito paparicada e amada.
Publicidade
Teve algum episódio ou uma passagem na sua vida que te marcou muito?
Caramba, passa um filme na cabeça, são muitos momentos. Mas acredito que o episódio que mais me marcou foi quando ganhei o 'Show dos Famosos'.
Quais são as qualidades que você admira em uma pessoa?
Humildade e simplicidade, sempre!
Publicidade
Quem é Márcio da Costa Batista?
É um cara de boa, tranquilo, que adora ficar em casa, fazer um churrasquinho e um pagode.
O que te levou a gravar o clipe 'Playlist' com referências no filme 'O Professor Aloprado', com Eddie Murphy?
Eu sou muito fã do Eddie Murphy e sempre tive esse sonho de interpretar vários personagens em um mesmo projeto, como ele fez. Quando estávamos escrevendo o roteiro do clipe, vimos que tinha essa oportunidade e óbvio que eu topei na hora.
Publicidade
'Não deixo pra amanhã que pode ficar tarde. Acorda pra vida'... é um trecho de uma música de sucesso sua. A pergunta é: eu, você e todos os brasileiros merecemos a felicidade e mais o que?
Todo brasileiro merece ser feliz, lutar pelos seus sonhos e acreditar que somos capazes de conquistar tudo aquilo que nós determinamos.