O deputado Renato Zaca (PTB)Thiago Lontra / Alerj

O anúncio do aumento da GRET de praças da PM e Bombeiros para 150% — em parcela única — era para ser uma reconciliação do governo com os militares. Mas Renato Zaca lembra que o pacote de vetos mantidos na semana passada era mais abrangente. "Eu defendi que os vetos fossem votados em separado porque os inativos e pensionistas continuam esquecidos e fora da discussão de benefícios. Gratificação não é levada para aposentadoria. O militar vai vestir a farda e se arriscar por 30 anos para não ter nada?", diz ele. Nos grupos, as reclamações pipocam.