Policiais militares cedidos à Alerj para a escolta de deputados receberão capacitação

Primeiro treinamento será nesta quinta-feira; já em outubro o curso será voltado à escolta de autoridades

Por PALOMA SAVEDRA

Assembleia Legislativa do Rio
Assembleia Legislativa do Rio -
A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro inicia nesta sexta-feira, em parceria com a Polícia Militar, um programa de capacitação de agentes que atuam na segurança de deputados da Casa.
Atualmente, há 140 PMs cedidos para fazer esse trabalho, sendo que a maioria foi requisitada pelos próprios gabinetes, cujos parlamentares afirmam estar sob ameaça. E a Alerj tem pelo menos 10 deputados nessa situação.
O primeiro curso será realizado pela corporação a pedido da própria Alerj, e ocorrerá no Centro de Formação da Polícia Militar. A ideia é capacitar os policiais que atuam à paisana na segurança.
Já no mês de outubro, os agentes vão participar de um outro treinamento, mas totalmente voltado para a escolta de autoridades.
Os parlamentares que fazem uso de escolta policial apontam coações e ameaças diversas, feitas, por exemplo, por milicianos e traficantes.

Comentários