Depois de recusa de conselho fiscal, Rio aposta em liminar para compensar gasto com Uerj

Conselheiros que supervisionam o Regime de Recuperação Fiscal não aceitaram explicações apresentadas pelo governo estadual

Por PALOMA SAVEDRA

Décimo terceiro salário do estado já está na conta de servidores
Décimo terceiro salário do estado já está na conta de servidores -
Após o Conselho de Supervisão do Regime de Recuperação Fiscal rejeitar a proposta de compensação financeira à reestruturação na carreira de docentes da Uerj, o Estado do Rio investirá em uma alternativa. Nos bastidores do Palácio Guanabara, o esforço — e a insistência — é para que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) consiga uma liminar favorável da Justiça estadual ou até do Supremo Tribunal Federal para derrubar a lei que contempla os professores da universidade pela dedicação exclusiva.
Aliás, o Tribunal de Justiça do Rio já negou uma vez o pedido feito pela PGE. Agora, os procuradores seguem trabalhando para reverter essa medida. 
Procurada pela Coluna, a Secretaria de Fazenda informou apenas que "o governo do Estado do Rio de Janeiro tem firme compromisso com o Regime de Recuperação Fiscal (RRF), e, por isso, já adotou uma série de medidas que provocaram significativa redução de gastos e aumento de receitas neste ano"
"Ainda assim, estuda alternativas para compensar, durante a vigência do plano, a despesa de R$ 217 milhões referente à mudança de estrutura de carreira da UERJ. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) e a Secretaria de Estado de Fazenda analisam quais medidas serão tomadas para manter o estado no Regime de Recuperação Fiscal, que vem sendo cumprido com grande esforço administrativo", acrescentou a pasta por meio de nota. 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários