Mourinho contestou a avaliação do VAR no pênalti marcado a favor do Arsenal na derrota do Tottenham
Mourinho contestou a avaliação do VAR no pênalti marcado a favor do Arsenal na derrota do TottenhamAFP
Por Lance
Londres - Neste domingo, o Arsenal venceu o Tottenham no Eithad Stadium, pela 28ª rodada do Campeonato Inglês por 2 a 1, de virada. Após a partida, José Mourinho, treinador dos Spurs, reclamou do pênalti que deu origem à vitória dos Gunners, em Londres, após o auxílio do VAR.

"Os árbitros não dão entrevistas após os jogos? É uma pena. Na primeira parte jogamos muito mal, o 1 a 1 não era justo para nós. Sem intensidade, não pressionamos, não atacamos. Muito mal. Na segunda tivemos mais espaço e melhoramos. Depois, o resto é uma boa questão para o Michael Oliver e o Paul Tierney (árbitro e VAR), mas nunca vamos saber porque eles não falam", disse.

Com o resultado, o Tottenham ocupa o sétimo lugar na Premier League, com 45 pontos. O Arsenal é o décimo, com 41. Na coletiva concedida ao término do jogo, o técnico português se queixou muito da decisões feitas pela equipe de arbitragem após perder o derby.

"O trabalho dos árbitros é difícil. Quem tenha opinião diferente sobre aquele lance só pode ser um grande adepto do Arsenal e com bilhete de época. Se assim for, aceito porque é a paixão a falar. Os jogadores cansam-se, os treinadores cansam-se, se calhar os árbitros também se cansam", falou Mourinho.

O Arsenal enfrenta o Olympiacos, às 14h55 desta quinta-feira, pela Europa League. O Tottenham, por sua vez, entra em campo para enfrentar o Dinamo Zagreb, no mesmo dia e horário.