Paulo AndréReprodução

Rio - Paulo André Camilo, vice-campeão do BBB 22, teve sua Bolsa Atleta cortada durante seu confinamento no reality. Fora do programa, o atleta olímpico comentou sobre o assunto, e disse que irá "reconquistar tudo o que merece":
"Fiquei sabendo de forma bem superficial, mas não tenho muito o que falar sobre isso porque se eles fizeram isso é porque tinham uma expectativa. Mas eu confio no meu potencial e sei que vou reconquistar tudo o que eu mereço.", disse o velocista em uma entrevista coletiva.
P.A. ainda comentou sobre os motivos de ter aceitado participar do programa. Segundo ele, o reality serviu para abrir portas em sua vida pessoal e em sua carreira.
"Eu entrei no programa para abrir portas na minha vida pessoal e na minha vida como atleta, estou muito feliz que eu saí na casa e já tive um retorno positivo nesse lado", disse Paulo André, antes de completar:
"Ainda não consegui absorver tudo, mas sem dúvida foi de uma importância muito grande. Ser atleta no Brasil é muito difícil. Ser atleta no mundo é muito complicado, mas no Brasil a gente tem uma dificuldade maior, ainda mais no atletismo, que é um esporte com tão pouca visibilidade. Aceitei porque queria um novo desafio e uma nova experiência na minha vida. Quero me abrir a experiências novas, mas o atletismo ainda é a coisa que eu mais amo", finalizou.
Paulo André Camilo foi o segundo colocado da 22ª edição do Big Brother Brasil. Na grande final, o velocista superou o ator Douglas Silva, que ficou na terceira colocação e faturou R$ 50 mil (além dos diversos prêmios que garantiu durante o programa). P.A. levou R$ 150 mil para casa, além de um contrato com a Rede Globo. O grande campeão do BBB foi o ator Arthur Aguiar, que levou a bolada de R$ 1.5 milhão.