Copa América 2021 será realizada na Argentina e Colômbia
Copa América 2021 será realizada na Argentina e Colômbia Divulgação
Por O Dia
Confirmando nossas previsões, a Colômbia desistiu oficialmente de sediar a Copa América. Ainda tentou amenizar o impacto da decisão pedindo adiamento, sob pretexto de que, realizando em outra época, seria possível a presença de público. Na verdade, a decisão de pular fora foi tomada atendendo clamor popular que exigia, em manifestações violentas pelas ruas das principais cidades, o cancelamento do evento. Sobrou para Argentina, que dividiria a responsabilidade, segurar esse rabo de foguete sozinha, mesmo enfrentando momento agudo na crise da pandemia. O Chile se mostrou disposto a socorrer a Conmebol abrindo a possibilidade de acolher a cangalha, caso a Argentina também não possa, já que o governo argentino suspendeu provisoriamente os jogos de futebol no país, deixando a situação mais confusa e levando organizadores ao pânico pelos eminentes prejuízos. Copa América subiu no telhado.
 
Publicidade
A VIRADA DE CHAVE
Vem aí o Campeonato Brasileiro e, com ele, chegará a virada de chave. Tudo que não podia até aqui poderá passar a poder. Médicos infectologistas serão chamados para dar entrevistas e serão induzidos a confirmar que, com o avanço da campanha de vacinação contra a covid-19 no país, será possível a presença de público nos estádios, desde que observadas as recomendações passadas pelas autoridades sanitárias. Serão capazes até de ofertar máscaras nas cores do clube do coração para a galera.
Publicidade
PEDALADAS
Publicidade
Do técnico espanhol Ramirez, do Internacional: "Para que o sistema funcione, preciso de tempo, treino e derrotas." Por enquanto, só tem as derrotas e, se perder o Grenal hoje, na Arena, conhecerá a fúria vermelha.
Palmeiras e São Paulo estão devendo um jogo diferente do chato 0 a 0 de quinta-feira.
Publicidade
O técnico Renato Gaúcho está de volta ao Rio. Por enquanto, só praia, futevôlei e chope gelado.
Publicidade
BOLA DENTRO
Neymar cavando para ter Lionel Messi ao seu lado no PSG. As orelhas do sheik Nasser Al Khelaifi já passaram de vermelhas a roxas. Barcelona admite a saída do craque.
Publicidade
BOLA FORA
Publicidade
Olimpíada de Tóquio, programada para julho/agosto, segue mantida pelo Comitê Organizador, mas as manifestações populares contrárias estão cada dia mais fortes.