Fluminense foi derrotado pelo Resende, na quinta-feira
Fluminense foi derrotado pelo Resende, na quinta-feiraMailson Santana/Fluminense FC
Por O Dia

O árbitro Grazianni Maciel Rocha e o bandeirinha Rafael Sepeda de Souza erraram feio no jogo entre Fluminense e Resende, quando o Tricolor foi derrotado por 2 a 1 e um impedimento escandaloso foi marcado para anular o gol do time das Laranjeiras. Não tinha VAR, então não dá nem para falar do recurso, mas a Federação de Futebol do Rio agiu rápido e colocou os profissionais em reciclagem. Atitude correta, pois o Cariocão não pode começar já com impunidade em um erro tão grave. É um exemplo que a CBF deveria seguir, já que a frequência de erros do quadro nos Brasileiros e Copa do Brasil é enorme e raramente os profissionais são punidos. Do olhar básico, a medida da Ferj foi apenas uma obrigação. Mas, em terra de quem nada faz, quem faz pouco ganha valor. Está na hora de a CBF rever seus conceitos e, se não vai punir, que pelo menos encare a profissionalização da arbitragem como pauta principal, pois eles, infelizmente, têm sido tão importantes quanto os jogadores.

 

FUTEBOL AMEAÇADO...
Publicidade
As Eliminatórias da Copa devem ser o primeiro grande encontro oficial de futebol a parar novamente por conta da covid-19. A Conmebol está avisada que a maioria dos grandes times da Europa não vai liberar seus jogadores em convocações. Guardiola, técnico do Manchester City, disse que os atletas do time inglês não sairão do país. Não se espantem se os campeonatos do Brasil começarem a parar...
Publicidade
CICLOS TÊM FIM
Jogadores que vestem a camisa do Vasco há mais tempo no elenco atual, Pikachu (foto) e Henrique não devem ter seus vínculos renovados com o Gigante da Colina. As medidas fazem parte da reformulação completa do elenco e os nomes já não agradam à diretoria e muito menos à torcida. É natural que os laterais busquem novos rumos. Ciclos acabam e os deles, com a camisa do Cruzmaltino, realmente parecem ter chegado ao limite...
Publicidade
HOMENAGEM JUSTA
Publicidade
O Flamengo enfrenta o Macaé hoje, no Maracanã, e, ainda com a garotada, o grande fator novo do espetáculo será a homenagem na terceira camisa do Rubro-Negro, ou melhor, octacampeão brasileiro. É assim que a parte mais nobre da camisa será estampada por conta do título da maior competição nacional do país em 2020/21. É bom até para inspirar os jogadores jovens porque os próximos capítulos da história também passam por eles. Grande fase!
Você pode gostar
Comentários