Mais Lidas

Sem Ilha e Maracanã, Bandeira vê jogos no Engenhão como o melhor para o Flamengo

Presidente acredita que Rubro-negro vá utilizar o 'Maior Estádio do Mundo' no próximo jogo da Libertadores

Por O Dia

Bandeira de Mello é o presidente do Flamengo
Bandeira de Mello é o presidente do Flamengo -

Rio - A utilização do Engenhão na estreia da Libertadores não agradou alguns rubro-negros. Maior ídolo da história do Flamengo, Zico foi um dos que criticou a escolha da diretoria do clube. No entanto, o presidente Eduardo Bandeira de Mello deu a entender que na ausência do Maracanã, o estádio administrado pelo Botafogo será palco das partidas do clube da Gávea.

"Nós estamos trabalhando nisso (retorno para jogar na Ilha), mas temos que ter segurança total. O que a gente não pode é colocar em risco os nossos torcedores e os torcedores dos times adversários. Enquanto isso estamos buscando soluções. Fizemos esse acordo pontual com o Botafogo para alguns jogos, para jogar no Nilton Santos. Eu acredito que seja a melhor solução no momento. E sempre, claro, aguardando o Maracanã e esperando acabar a festa junina, baile de carnaval e shows de música sertaneja", afirmou em entrevista ao Sportv.

Eduardo Bandeira de Mello acredita que o Flamengo poderá ter o retorno do Maracanã nos próximos jogos da Libertadores. O Rubro-negro cumpre punição da Conmebol por conta da confusão da final da Sul-Americana. O próximo jogo da equipe no Maracanã pela competição será contra o Independiente Santa Fé.

"Queremos jogar no Maracanã. Foi até o estádio que indicamos para a Conmebol como a casa do Flamengo. Infelizmente aconteceu isso e tivemos que buscar uma alternativa para o primeiro jogo. Para os jogos seguintes, imagino que o Flamengo vá poder jogar, sim, no Maracanã", disse.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários