Mais Lidas

Portal pede informações sobre envolvidos na morte de dois militares

Já são 63 policiais militares mortos nos primeiros cinco meses de 2017

Por luana.benedito

Rio - O Portal dos Procurados divulgou um cartaz, na tarde desta quarta-feira, oferecendo recompensa de R$ 5 mil por informações que levem aos suspeitos de matar os policiais militares Almir Oliveira de Mattos e Albert Souza Ferreira. 

O subtenente reformado Almir foi morto na tarde desta terça-feira, em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio. Segundo os PMs que estivam no local, o militar foi atingido por diversos disparos na Rua Pereira Coutinho, em frente à sua casa, quando estava estacionando seu carro.

Portal oferece recompensa de R%24 5 mil por informações que levem aos suspeitos de matar dois militares Divulgação

Lotado no 41º BPM (Irajá), o policial Albert Souza Ferreira, foi morto a tiros neste sábado, durante um ataque de homens armados em Irajá, na Zona Norte do Rio. Ele chegou a dar entrada no Posto de Assistência Médica do bairro, mas não resistiu aos ferimentos. 

De acordo com a polícia, o militar aproveitava sua folga em um bar com um grupo de amigos, quando carro parou no local. Os homens teriam descido do veículo e efetuado os disparos contra Albert. Ele foi atingido com quatro tiros e outro PM, que estava no local, foi atingido na virilha, mas passa bem.

Segundo a PM, já são 63 o número de policiais mortos no estado em 2017. Também segundo a corporação, outros 195 policiais militares ficaram feridos. 

O Portal dos Procurados pede para quem tiver informações sobre os envolvidos na morte dos dois policiais denuncie pelos seguintes canais: WhatsApp ou Telegram dos Procurados (21) 96802-1650; pelo Facebook: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo aplicativo do DD. Em todos os canais de denúncias, o anonimato é garantido.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia