Polícia prende três suspeitos de envolvimento na morte de adolescente de 17 anos na Ilha

Soraia Macedo de Lemos foi assassinada com um tiro na cabeça durante assalto, na última terça

Por O Dia

Suspeito é levado à Delegacia de Homicídios
Suspeito é levado à Delegacia de Homicídios -

Rio - Três suspeitos de envolvimento na morte de Soraia Macedo de Lemos foram presos entre a noite de segunda-feira e a madrugada desta terça. A adolescente de 17 anos foi assassinada com um tiro na cabeça, na última terça, quando estava com sua namorada perto da escola em que estudava na Ilha do Governador, na Zona Norte da cidade.

A primeira prisão aconteceu na noite desta segunda, na comunidade da Jaqueira, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Policiais do 21º BPM (São João de Meriti) foram investigar informação que chegou através do Disque-Denúncia (2253-1177) sobre a localização de Jonas Gomes de Bastos, de 25 anos. Segundo a Polícia Militar, ele estava com a mesma motocicleta utilizada no dia do crime. Os agentes interrogaram Jonas, que confessou participação no assassinato de Soraia.

Moto em poder de Jonas e que teria sido usada no crime - Divulgação / Polícia Militar

Ele disse também que era ele quem pilotava a moto na hora do assalto e que seu comparsa, identificado apenas como Matheus, foi o responsável por fazer o roubo e atirar na estudante. Ele disse ainda que os dois fizeram outros cinco assaltos no mesmo dia.

Já na madrugada desta terça-feira, a Polícia Militar prendeu o segundo suspeito de participar do crime. Os dois foram encaminhados primeiramente à 37ª DP (Ilha do Governador), onde Jonas foi reconhecido por vítimas de outros crimes cometidos. Depois, eles seguiram para a Delegacia de Homicídios da Capital (DH), que investiga o assassinato. O terceiro preso, identificado inicialmente como Alan, seria o dono da arma usada no crime. Ele também vai responder pelo assassinato.

Soraia e a namorada foram abordadas por dois assaltantes por volta das 19h da última terça. Ela entregou o seu celular, mas os criminosos dispensaram quando viram se tratar de um iPhone. Eles pediram, então, o smartphone de sua namorada, que demorou para entregá-lo. Antes da fuga, o único criminoso armado apontou para a cabeça de Soraia e efetuou o disparo.

Soraia Macedo de Lemos - Arquivo Pessoal
Enterro de Soraia no Cemitério do Cacuia - Severino Silva / Agência O Dia

Galeria de Fotos

Suspeito é levado à Delegacia de Homicídios Reprodução / TV Globo
Enterro de Soraia no Cemitério do Cacuia Severino Silva / Agência O Dia
Soraia Macedo de Lemos Arquivo Pessoal
Moto em poder de Jonas e que teria sido usada no crime Divulgação / Polícia Militar

Últimas de Rio de Janeiro