Disque Denúncia oferece recompensa por suspeito de estuprar meninas de 4 anos

Eduardo Gonçalves de Souza, de 19 anos, teria violentado filha de empregada doméstica que trabalha em sua casa, na madrugada do último domingo, na Taquara

Por O Dia

Suspeito é procurado pela polícia desde o fim de semana
Suspeito é procurado pela polícia desde o fim de semana -

Rio - O Disque Denúncia divulgou, nesta quinta-feira, que está oferecendo uma recompensa de R$ 1 mil por informações que levem à captura de Eduardo Gonçalves de Souza, de 19 anos. Ele é suspeito de ter estuprado uma menina de quatro anos no último fim de semana, em Jacarepaguá, na Zona Oeste. Contra Eduardo há um mandado de prisão preventiva de 20 dias em aberto pelo crime de estupro de vulnerável.

O estupro teria acontecido na madrugada do domingo, depois que a mãe da menina, uma empregada doméstica, a deixou na casa da patroa na Taquara, mãe do suspeito, para resolver problemas pessoais. De acordo com familiares da vítima, a mãe da criança percebeu algo de errado com a filha, após ir buscá-la na manhã de domingo, quando viu a criança mancando.

Já não mais na residência da patroa, a menor contou que Eduardo teria tocado em suas partes íntimas. Foi então, que a mãe percebeu manchas de sangue no corpo da menina e retornou à casa da patroa. Lá, ela confrontou o suspeito, que alegou ter tocado com o dedo nas partes íntimas da criança.

A menor, então, foi levada ao Hospital Rios D'Or, na Freguesia, onde levou 22 pontos internos e 8 pontos externos na região pubiana.

Motivações

Segundo informações, Eduardo teria praticado o crime em represália ao fato da empregada ter encontrado, por diversas vezes, drogas juntos aos pertences dele quando trabalhava em sua casa. Após a polícia ser acionada, a mãe e o padrasto dele teriam retirado diversos objetos de casa e fugido com o suspeito.

A investigação do caso está sob responsabilidade da 32ª DP (Taquara), com apoio da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), por se tratar de uma violência contra uma criança.

Quem tiver qualquer informação sobre a localização de Eduardo pode entrar em contato através dos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia: (21) 2253-1177; Facebook: www.facebook.com/procurados.org/; ou pelo aplicativo "Disque Denúncia RJ".

Últimas de Rio de Janeiro