Motoristas relatam arrastão na Avenida Brasil, na altura de Irajá

Carros voltaram na contramão, na pista sentido Zona Oeste, na altura do Via Brasil Shopping

Por O Dia

Carros e ônibus voltaram na contramão da via
Carros e ônibus voltaram na contramão da via -

Rio - Motoristas que trafegavam na pista sentido Zona Oeste da Avenida Brasil, na altura da Irajá, na noite desta terça-feira, relataram um arrastão na via expressa. A ação de criminosos teria acontecido por volta das 22h, próximo ao Via Brasil Shopping, fazendo com que carros e até ônibus voltassem na contramão.

"Meu ônibus ficou parado uns 10 ou 15 min. A polícia veio a avisou que tinha acabado. Apesar do horror, deu tudo certo", uma passageira postou na internet. "Daí você decide ir embora de Uber para chegar mais rápido em casa e conseguir descansar um pouco mais e lá vem a correria, carros na contramão. Estamos saindo do trânsito e indo por outro caminho", informou outra".

Procurada pelo DIA, a Polícia Militar informou que o Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) foi acionado, mas quando os agentes chegaram no local "não foi constatado o crime assim como não foram encontradas supostas vítimas".

Motorista e passageiros ficaram assustados - Reprodução / Internet

Violência na Brasil

Durante esta terça, outros dois casos de violência fizeram com que a Avenida Brasil fosse interditada em momentos diferentes. O primeiro deles foi pela manhã, na altura de Ramos, quando uma tentativa de roubo a um caminhão de carga provocou um tiroteio entre bandidos e a polícia. Diversas pessoas ficaram no meio da linha de tiro, incluindo quatro vereadores da capital. Dois PMs foram baleados e um homem foi preso com um fuzil e uma granada.

O segundo caso aconteceu no fim da tarde, também fechou a via e foi na altura de Guadalupe. Na ocasião, agentes das forças de segurança que faziam uma operação na Favela do Muquiço foram atacados por bandidos da comunidade.

Galeria de Fotos

Carros e ônibus voltaram na contramão da via Reprodução / Internet
Motorista e passageiros ficaram assustados Reprodução / Internet

Últimas de Rio de Janeiro