Programa realiza palestras sobre a prevenção ao desaparecimento de pessoas

Ação nomeada de 'SOS Crianças Desaparecidas' faz parte de um planejamento estratégico de conscientização, prevenção e orientação dos jovens

Por O Dia

Programa SOS Crianças Desaparecidas realiza palestras sobre a prevenção ao desaparecimento de pessoas
Programa SOS Crianças Desaparecidas realiza palestras sobre a prevenção ao desaparecimento de pessoas -

Rio - O "SOS Crianças Desaparecidas", programa da Fundação para a Infância e Adolescência (Fia), vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (Sectids), realizou uma série de palestras sobre a prevenção ao desaparecimento de pessoas para os alunos inscritos no Programa de Trabalho Protegido para Adolescentes (PTPA). Cerca de 120 jovens que receberam as informações sobre o tema em unidades do Maracanã, na Zona Norte do Rio; Ipanema, na Zona Sul; e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. 

A ação faz parte de um planejamento estratégico de conscientização, prevenção e orientação dos jovens. O objetivo é trazer à tona a cultura da identificação e reforçar os laços familiares, uma vez que, segundo estatísticas da FIA, 76% dos casos de desparecimento de crianças e adolescentes estão relacionados a conflitos familiares, violência física e psicológica. 

A presidente da Fia, Neuza Jordão, explicou a importância dessas palestras. "Existe um trabalho de gestão compartilhada entre os programas da FIA e o nosso objetivo é criar a rede dentro e fora da instituição, pois precisamos transformar a vida dos jovens que são diariamente expostos ao perigo. Acreditamos que dessa forma fortaleceremos o vínculo familiar", destacou Neuza Jordão.  

Na palestra, os jovens tiveram a oportunidade de se expressar, falar da sua realidade e nas rodas de conversa foram orientados de como proceder, em casos de violência e desaparecimentos.

O SOS Crianças Desaparecidas já localizou 2.972 crianças e adolescentes no Estado do Rio. A iniciativa, pioneira no país, divulga nos veículos de comunicação a foto dos desaparecidos, além de oferecer atendimento psicológico às famílias e receber informações sobre o possível paradeiro de crianças e adolescentes por meio de sua central telefônica.

Em caso de desaparecimento, o responsável deve procurar uma delegacia e fazer o registro de ocorrência imediatamente. É preciso comparecer ao programa SOS Crianças Desaparecidas com o Registro de Ocorrência Policial, Certidão de Nascimento ou Carteira de Identidade da criança ou adolescente desaparecido, foto mais recente, documento de identificação do responsável e comprovante de residência.

O programa possui uma equipe multidisciplinar composta por assistentes sociais e psicólogos que realizam atendimento psicossocial. A família deverá preencher um questionário social, onde são registradas as informações referentes à criança e seu desaparecimento. O notificante assinará uma autorização para que a foto da criança ou adolescente desaparecido seja divulgada. O SOS Crianças Desaparecidas atende pelo número (21) 2286-8337. 

Últimas de Rio de Janeiro