Corregedoria da PM faz revista no batalhão de Santa Cruz e encontra irregularidades

Pente-fino foi feito por causa do envolvimento de policiais nos recentes conflitos entre milicianos e traficantes na região

Por ADRIANA CRUZ E MARIA INEZ MAGALHÃES

A revista aconteceu por causa da suspeita de envolvimento de PMs na guerra entre milicianos e traficantes da região
A revista aconteceu por causa da suspeita de envolvimento de PMs na guerra entre milicianos e traficantes da região -

Rio - A Corregedoria da Polícia Militar fez, nesta sexta-feira, um pente-fino no batalhão da corporação em Santa Cruz (27º BPM). A ação foi desencadeada após os recentes conflitos entre milicianos e traficantes na comunidade de Antares, no bairro da Zona Oeste do Rio. A corporação investiga a participação de PMs na disputa pelo controle da região.

Ao longo  do dia, foram feitas revistas em policiais e buscas nos armários dos agentes. Na ação, foram encontradas munições, carregadores e radiotransmissores que não poderiam estar com os PMs. 

O pente-fino contou com a presença de todas as delegacias de Polícia Judiciária (DPJM) e teve o apoio do Batalhão de Ação com Cães (BAC). No momento da revista, ninguém entrou, nem saiu do batalhão.

A guerra em Santa Cruz

Milicianos flagrados em ação em Santa Cruz - Reprodução / TV Globo

O conflito entre milicianos e traficantes em Santa Cruz já dura quase três meses. Os primeiros confrontos aconteceram no fim de julho e envolvem grupos paramilitares que dominam as comunidades do Cesarão, Aço e Três Pontes, que ficam às margens da Avenida Cesário de Melo. Eles tentam expandir seus domínios para as comunidades que estão do outro lado da via: Rola, que já teria sido tomada, inclusive mudando de nome para Rodo, e mais recentemente Antares.

Desde o início da semana, o confronto na região voltou a ser intenso. Na segunda, um grupo de pelo menos 18 milicianos foram flagrados fortemente armados e vestindo fardas parecidas com a da Polícia Militar na região. A PM foi acionada e quatro suspeitos foram baleados e 12 presos.

Dentre os milicianos, a Corregedoria da corporação identificou quatro policiais militares entre o grupo: um cabo, dois soldados e um sargento.

Galeria de Fotos

A revista aconteceu por causa da suspeita de envolvimento de PMs na guerra entre milicianos e traficantes da região Divulgação / Polícia Militar
Milicianos flagrados em ação em Santa Cruz Reprodução / TV Globo

Últimas de Rio de Janeiro