Portal pede informações para identificar quem matou agente da PRF

Leandro Marques Verli, de 39 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça em São João de Meriti

Por O Dia

Portal pede informações para identificar quem matou agente da PRF
Portal pede informações para identificar quem matou agente da PRF -

Rio - O Portal dos Procurados divulgou, nesta terça-feira, um cartaz pedindo informações que possam levar a identificação e localização dos envolvidos na morte do agente da Polícia Rodoviária Federal, Leandro Marques Verli, de 39 anos. Uma recompensa de R$ 5 mil é oferecida por informações exatas sobre os assassinos.

O policial morreu na manhã desta segunda, durante uma tentativa de assalto em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Ele, que estava de folga, era lotado na 7ª Delegacia da PRF de Resende e já havia atuado também na 5ª Delegacia de Barra do Piraí, ambas no Sul Fluminense, e morava atualmente na capital do Rio. O agente havia ingressado na PRF em 2003.

Uma equipe 21º BPM (São João de Meriti) foi acionada após informações sobre um veículo Range Rover, encontrado na Rua Nilópolis, no Tomazinho, com sinais de abandono. Chegando ao local, encontraram o agente dentro do carro, já sem vida, com um tiro na cabeça. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) em Duque de Caxias. 

Uma perícia foi realizada no local e a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) investiga o caso. A polícia agora procura testemunhas ou imagens de câmeras de segurança que possa levá-los aos criminosos e a primeira linha de investigação é latrocínio (roubo seguido de morte).

Com a morte de Leandro, já chega a 107 o número de agentes de segurança, assassinados no Rio em 2018. Quem tiver qualquer informação sobre a identificação e localização dos assassinos do agente de segurança pode denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular. 

Últimas de Rio de Janeiro