Mais Lidas

Pais de bebê de dois meses são presos por agredirem a filha desde que ela nasceu

Criança foi internada com traumatismo craniano e múltiplas fraturas pelo corpo

Por O Dia

Pais haviam contado outra versão para os machucados na filha
Pais haviam contado outra versão para os machucados na filha -

Rio - Policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Volta Redonda prenderam em flagrante, na noite desta terça-feira, os pais de um bebê de apenas dois meses suspeitos de agredirem a filha desde que ela nasceu. Igor Claudio Valério da Silva, de 22 anos, e sua companheira, uma adolescente de 14, são acusados de torturarem a filha há pelo menos um mês e meio.

De acordo com a Polícia Civil, o bebê deu entrada no Hospital São João Batista, no município do Sul Fluminense, nesta terça, com traumatismo craniano e múltiplas fraturas pelo corpo. Aos agentes, os pais alegaram que a criança havia caído no chão há 10 dias quando estava em um colchão de espessura de aproximadamente 10 cm.

A história não convenceu os policiais que pediram para ser feita uma perícia no bebê, contatando que ele vinha sofrendo agressões a pelo menos um mês e meio; ou seja, praticamente desde quando nasceu, e que o traumatismo craniano teria ocorrido a não mais de 24 horas do horário em que ela havia sido internada (7h25).

Por causa das agressões constantes na criança, os pais receberam voz de prisão em flagrante.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia