Encontrados mais quatro corpos na Muzema

Número de vítimas fatais do desmoronamento na comunidade da Zona Oeste do Rio vai a 15

Por MARIA LUISA MELO e RAFAEL NASCIMENTO

Bombeiros seguem no quinto dia seguido de buscas
Bombeiros seguem no quinto dia seguido de buscas -

Rio - Foram encontrados, na madrugada desta terça-feira, mais quatro corpos de vítimas fatais nos desabamentos da Muzema. Com isso, sobe para 15 o número de mortes da tragédia na comunidade da Zona Oeste do Rio. O primeiro corpo, de uma mulher identificada como Ana Paula, que estava grávida de quatro meses, foi localizado por volta das 4h; e os outros três (dentre eles Ana Flávia Pereira, 34 anos, e Fábio Araújo Pereira, 2, mãe e filho) pouco antes das 6h. A quarta vítima ainda não foi identificada. De acordo com o Corpo de Bombeiros, nove pessoas continuam desaparecidas.

A mãe de Ana Flávia, Mônica Maria Pereira, 46, que estava aguardando notícias da filha e do neto desde sexta-feira, conta que falou com ela minutos antes do desabamento. "Ela me mandou uma mensagem de bom dia pelo WhatsApp, seis e pouca da manhã. Eu só respondi, com áudio, 'bom dia, minha filha'. Não imaginava que não nos falaríamos nunca mais. Toda a nossa família na Paraíba está destroçada", emociona-se.

A família vivia na comunidade há dois anos. Antes, eles moravam em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, de onde se mudaram para se aproximar do local de trabalho do pai da criança. "Era a casa dos sonhos da minha filha. Nunca imaginei que pudesse acontecer uma coisa dessas. Agora, só nos resta angústia, dor e muito desespero", acrescenta a avó.

Enterro de Zenilda e Juan, mãe e filho - Marcio Mercante / Agência O Dia

ENTERROS

Nesta segunda, foram enterradas os corpos de três vítimas: Zenilda Bispo Amorim, 38 anos, e Ruan Amorim Rodrigues, 10, mãe e filho que foram encontrados abraçados; e Maria de Abreu Athayde de Almeida, 49. O sepultamento deles foi feito no Cemitério do Cajú.

O primeiro enterro da tragédia aconteceu no domingo, quando o corpo de Cláudio José de Oliveira Rodrigues, 40, foi sepultado no cemitério do Pechincha, na Zona Oeste.

DEPOIMENTOS

Nesta terça, a polícia espera ouvir o presidente da Associação de Moradores da Muzema, Marcelo Diniz Anastácio da Silva. O depoimento dele está marcado para às 15h na 16ª DP (Barra da Tijuca), que investiga o caso. Ao longo desta segunda, cinco presidentes de associações de moradores do Itanhangá (Tijuquinha, Sítio do Pai João, Vila da Paz e Recanto da Barra) foram ouvidos na distrital.

A Polícia Civil investiga uma possível relação entre os presidentes das associações de moradores da Muzema e de Rio das Pedras, Jorge Alberto Moreth, o Beto Bomba, que está foragido desde janeiro. Além da 16ª DP, a Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco/IE) também participa das investigações.

VÍTIMAS FATAIS:

1. Cláudio José de Oliveira Rodrigues, 40 anos

2. Raimundo Nonato do Nascimento, 41 anos

3. Pedro Lucas Paes Leme Barroso, 7 anos

4. Hilton Berto Rodrigues Souza

5. Maria de Nazaré da Sodré

6. Hilton Guilherme Sodré Souza, 12 anos

7. Maria de Abreu Athayde de Almeida, 49 anos

8. Menor ainda não identificado

9. Zenilda Bispo Amorim, 38 anos

10. Ruan Amorim Rodrigues - 10 anos

11. Antônia Deivilo Gomes Sampaio, 31 anos

12. Ana Paula (grávida de 4 meses)

13. Ana Flavia Pereira, 34 anos

14. Fabio Augusto Araújo, três anos

15. Corpo de mulher retirado no início da manhã

SOBREVIVENTES

1. Adilma Rodrigues, 35 anos (Internada no Lourenço Jorge) - grave no CTI

2. Rafael Paes Leme do Nascimento, 4 anos (Miguel Couto) - estável, porém delicado

3. Paloma Paes Leme Barroso, 44 anos (Miguel Couto) - estável no CTI, porém delicado

4. Evaldo Vieira Silva, 46 anos

5. Clara Rodrigues, 10 anos

6. Luciano Paulo dos Santos, 38 anos

7. Carolina Ferreira Andrade, 29 anos

8. Raimundo Nonato Ferreira Gomes, de 41 anos

Galeria de Fotos

Bombeiros seguem no quinto dia seguido de buscas Reprodução / TV Globo
Enterro de Zenilda e Juan, mãe e filho Marcio Mercante / Agência O Dia