Mensagens prometem perseguição e morte a quem filmou traficante Johny Bravo em baile da Rocinha

'Quem gravou os cria no baile, assinou contrato com a morte bglh (bagulho) não vai ficar assim, e será proibido gravar nós baile da rocinha , ASS: EQUIPE BRAVO', diz uma publicação no Twitter

Por O Dia

Traficante foi filmado andando pela comunidade
Traficante foi filmado andando pela comunidade -
Rio - Após a repercussão de um vídeo em que o chefe do tráfico da Rocinha, John Wallace da Silva Viana, conhecido como Johny Bravo, de 32 anos, foi filmado desfilando em um baile funk cercado por 22 homens armados, mensagens foram divulgadas em redes sociais prometem perseguir o autor do vídeo com ameaças de morte.
"Quem gravou os cria no baile, assinou contrato com a morte bglh (bagulho) não vai ficar assim, e será proibido gravar nós baile da rocinha , ASS: EQUIPE BRAVO", diz uma publicação no Twitter.
"Quem gravou a equipe do Bravo na Rocinha vai morrer pprt (papo reto), quem tava no lado de quem tava gravando vai ser caçado pra falar como a pessoa era tendeu. Ass: Diretoria", diz outro texto divulgado.
A gravação foi feita no último fim de semana, em um baile funk da região. Johny Bravo caminha sem camisa no meio da rua, enquanto é observado por várias outras pessoas, que ocupam as calçadas. A grande maioria de seus comparsas está armada de fuzil.

Procurada pelo DIA sobre o vídeo, a Polícia Civil disse que a 11ª DP (Rocinha) investiga "constantemente a ação da facção criminosa que comanda o tráfico de drogas na Rocinha".
Recompensa pela prisão do traficante é de R$ 1 mil - Disque Denúncia
"O setor de Inteligência da delegacia acompanha as informações que circulam em redes sociais, que contribuem para as investigações em curso", a corporação acrescentou, em nota.
SUCESSOR DE NEM
De acordo com investigações, Johny Bravo assumiu a liderança do tráfico da Rocinha após a intensa guerra entre os rivais Antônio Bonfim Lopes, o Nem, e Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, em 2017. Na época, Nem comandava a região mesmo preso. 157 foi capturado em dezembro daquele ano na Favela do Arará, em Benfica.
Ainda segundo a polícia, Johny Bravo é da facção Comando Vermelho (CV) e participou da tentativa de invasão ao Morro do São Carlos, no fim de agosto. Na ocasião, um de seus seguranças foi preso no Viaduto Saint Hilaire, no Humaitá, a caminho do ataque aos rivais do conjunto de favelas da região central da cidade.
Contra o traficante há um mandado de prisão em aberto, expedido em agosto de 2013 pela 35ª Vara Criminal do Rio. Ele é procurado pelos crimes de tráfico de drogas e condutas afins, associação para a produção e tráfico e condutas afins e associação criminosa.
O Disque Denúncia oferece uma recompensa de R$ 1 mil para quem der informações que levem à sua prisão. As denúncias podem ser feitas pelos seguintes canais:
. WhatsApp ou Telegram do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099
. Disque Denúncia: (21) 2253-1177
. Facebook/(inbox): www.facebook.com/procurados.org
. Aplicativo "Disque Denúncia RJ"
A entidade informa que todas as denúncias são anônimas.

Galeria de Fotos

Traficante foi filmado andando pela comunidade Reprodução / Internet
Recompensa pela prisão do traficante é de R$ 1 mil Disque Denúncia

Comentários