Peritos constataram que, quando casal levou Henry ao hospital, já tinham se passado, pelo menos, 39 minutos de sua morte
Peritos constataram que, quando casal levou Henry ao hospital, já tinham se passado, pelo menos, 39 minutos de sua morteReprodução internet
Por Jessyca Damaso, ANDERSON JUSTINO e BRUNA FANTTI
Rio - Babá de Henry Borel, Thayná Oliveira Ferreira, afirmou em novo depoimento que avó materna da criança e a irmã de Dr. Jairinho, sabiam das agressões. Ela diz que mentiu a pedido de Monique Medeiros, mãe do menino. Thayná disse ainda que a empregada da casa, Leila Rosângela, a Rose, também mentiu para a polícia.
A Polícia Civil descobriu, através de recuperação de dados no celular de Monique, que Thayná sabia das agressões de Jairinho e contava em tempo real para a mãe da criança. Os relatos começaram um mês antes da morte de Henry Borel. O celular da babá foi apreendido pela polícia na quinta-feira, mesmo dia em que Jairinho e Monique foram presos.
Publicidade
A babá disse que foi convidada pela irmã de Jairinho, Thalita, para comparecer a um advogado alguns dias após a morte do menino. No escritório de André França, ela encontrou com a Monique que pediu para ela apagar as mensagens e que nunca falasse nada à polícia sobre as agressões que Henry sofreu.
Dias antes dela ir depor, Thayná recebeu uma ligação de Thalita pedindo para que elas conversassem na casa de Dr. Jairo. No local, as duas se sentaram no chão e a irmã de Jairinho pediu para que a ela contasse tudo o que sabia, no entanto, ao escutar os relatos, Thalita mandou que ela parasse. A babá afirmou que seu depoimento em sede policial estava próximo e que queria falar a verdade, pois estava com medo.
Publicidade
Por sua vez, Thatita disse para a babá não ser "juíza do caso do irmão dela", que "menos é mais". Dando a entender, segundo a babá, que não era para ela falar tudo que sabia, que todos já estavam sofrendo muito.
A avó materna de Henry também sabia sobre as agressões. Segundo a babá, antes de Monique ir a uma sessão na psicóloga, a professora deixou ela e o menino na casa da avó. Lá, ela logo perguntou o que havia acontecido com o neto. Thayná contou tudo para ela, que ficou assustada e ficou indagando para saber se Henry estava ou não mentindo, mas ela disse que o menino estava mancando, com dor na cabeça e com um roxo, porém não quis insistir muito no assunto, porque ficou com medo de Monique achar que ela estava fazendo "fofoca" para a mãe.